segunda-feira, 24 de março de 2014

8 de março

8 de março é um dia lembrado no mundo todo, um dia especial, onde comemoramos o Dia Internacional da Mulher. Esse dia festivo teve início por uma manifestação de mulheres russas, reivindicando melhores condições de vida e trabalho. Ficou marcado no história! Na minha vida 08 de março é um dia não menos especial, é o dia que Deus me concedeu de nascer, e a cada ano só possa agradecer pela oportunidade de viver. Costumo dizer que a vida é como uma roda, ela gira e gira... e o girar da roda é um aprendizado diário, algumas coisas se perdem no caminho, outras se conquistam, mas o certo é que, a esperança se renova a cada manhã! Fazendo uma análise da minha vida, dos anos vivido, caminho percorrido, posso dizer " Até aqui me ajudou o Senhor!'' Confesso que não foram dias fáceis! Dias de tempestades, dias neblinosos, mas também dias onde pude visualizar o arco-íris lindo, e brindar o contraste das cores,  louvando ao Criador por tamanha sabedoria ao formar um conjunto lindo chamado Universo. Ao longo da caminhada os acidentes de percurso são inevitáveis,  e as vezes parei e me perguntei : " Pra onde vou? Vale a pena?''  Quando criança e adolescente, sonhava tanto, imaginava que hoje estaria em outro lugar e seria outra pessoa. Por muitas vezes me culpei, me cobrei, e me senti frustada, culpei muitas pessoas pelos desastres e desajustes, até que um dia entendi que o o passado é passado,  o futuro é algo maravilhoso, uma terra a ser conquistada.  Hoje, cada passo dado, cada dia é comemorado, pois, nem sempre alcanço o objetivo, nem sempre me comporto como planejei. Nem sempre consigo realizar meus projetos, e quando o cansaço bate, a tristeza e a palavra " fracasso'' vêm a mente, ouço uma voz no soa no fundo do meu coração: '' Posso perder uma batalha, mas nunca a guerra''. Sim, cheguei até aqui e continuarei em busca dos meus sonhos,  brindo nesse dia tão especial, a VIDA! Celebro tudo o que vivi, os momentos bons e os ruins, pois, cresci, amadureci. Foram as experiências que me formaram,  transformaram uma menina tímida do interior em uma sonhadora da cidade grande. Um dia desses conversando com um amigo, lembrei-me que costumava conversar com as flores da minha mãe, as samambaias, enquanto as regava, conversava, elogiava, era como se as folhas verdes dialogassem comigo. Hoje entendo que era Deus me preparando para o futuro, que as pessoas são preciosas, são plantas que devem ser regadas e cuidadas. Assim como as rosas que exalam um maravilhoso perfume,  e para as colhermos no jardim, os espinhos podem perfuram nossos dedos, porém, quando nossos olhos contemplam a  beleza das pétalas, a dor é esquecida e torna-se doce. Concluo: para colhermos as rosas nos jardins da vida, temos que aprender a lidar com os espinhos! Agradeço ao dono da Vida,  pelo respirar, por seu cuidado e faço minhas as palavras do salmista: '' Os céus declaram a glória de Deus e o firmamento anuncia o obra das suas mãos. Um dia faz declaração a outro dia, e uma noite mostra sabedoria a outra noite.'' Salmos 19:1-2

Vera Lúcia 

2 comentários:

  1. Ahhh... Que linda mensagem, Lúcia.

    Meus sinceros parabéns, não atrasado, posto que todo dia é dia de celebrar a vida.

    Você ainda não se deu conta, mas ainda é uma criança por dentro...

    ResponderExcluir