sábado, 10 de agosto de 2013

Em tudo há um propósito

Salomão dizia que há um tempo determinado para todas as coisas embaixo do sol (Ecl.3:1), entender os tempos e estações  da vida não é uma tarefa fácil, nem sempre compreendemos... As dúvidas, as perguntas bombardeiam a mente e a confusão toma conta do nosso ser.  Nesses momentos o sol deixa de brilhar e o inverno parece intenso. Particularmente não gosto do período de inverno, muitas das piores fases da minha vida, aconteceram no inverno. Mas ele se faz necessário. Não tem como excluir, fazer com que deixe de existir. Assim são os tempos, os ciclos. Muitas vezes insistimos em coisas que já acabaram, em coisas que não darão resultados positivos, apenas por orgulho ou por um falso bem estar. Em manter o que já acabou, significa atraso de vida, é deixar de viver o novo de Deus. Ficar presa no passado, brigar com os fantasmas noturnos,  é não descansar em Deus, não confiar que ele pode nos fazer viver um  novo tempo, um novo dia. Salomão entendia que o tempo precisa seguir, a vida segue um curso e  que entender que há um tempo para nascer, para chorar, para sorrir faz parte da sabedoria. Entendo que em tudo há um propósito, muitas vezes questionamos Deus sobre certos acontecimentos, os porquês. Quando nos damos conta que perdemos tempo e que o tempo já passou e agora? Como voltar atras? Desfazer certos acordos, tomar outra atitude, dizer não, buscar mais a Deus, ouvir suas respostas. É não tem como voltar no passado e retirar certas palavras, mudar o rumo da história, já foi, já passou. Sim, em tudo há um propósito, precisamos aprender com os erros e não praticá-los mais. Entender que a vida é formada por ciclos, que o inverno vai passar e a primavera vai chegar, e quando os dias quentes do verão chegar, nem lembraremos mais do vento e do frio, dos dias cinzentos de inverno. Quando entendemos esse processo, sofremos menos e crescemos como pessoa, como servos de Deus!

Vera Lúcia 10/08/2013

3 comentários:

  1. Como já algum tempo que não lhe fazia uma visita, hoje passei por aqui
    afim de ver e ler os seus trabalhos, fico grato a Deus pela sua firmesa e
    dedicação à causa de Rei dos reis.
    Desejo que continue a dar-nos bons textos e a ser ser um instrumento
    nas mãos do grande Oleiro.
    Sou António Batalha, do Peregrino E Servo.
    Deixo-lhe a minha bênção, e que a paz de Jesus encha sempre seu coração.
    Abraço.

    ResponderExcluir
  2. Obrigada !! Que Deus te abençoe a cada dia!!

    ResponderExcluir