quarta-feira, 14 de agosto de 2013

VENCEREI COMO JOSUÉ

''Não to mandei eu? Esforça-te, e tem bom ânimo; não temas, nem te espantes; porque o Senhor teu Deus é contigo, por onde quer que andares.'' Josué 1:9

A primeira vez que li esse versículo era ainda adolescente, nunca mais esqueci. Deus disse à Josué para ser forte e ter bom ânimo diante das dificuldades, das circunstâncias da vida. É muito bom recebermos uma promessa, nos sentimos fortes e animados à vencer qualquer batalha, como dizia uma amiga minha '' pode vir tudo, estou pronta''. Entendo que quando Deus prometeu ser com Josué e que ele levaria o povo até a terra prometida, Deus também estava dizendo: '' Josué, vou ser contigo, vou te dar a terra prometida, porém, tu terás batalhas, guerras para ganhar, terás que conquistar.'' É assim com as nossas vidas, Deus nunca nos abandona, mas temos que fazer nossa parte, conquistar a nossa terra prometida. Quantas manhãs me senti como Josué, forte, dizia pra mim mesma:'' Vou vencer, vou conquistar, nada vai me deter'', a tarde chegava, e depois a noite e com ela os inimigos da minha fé, o medo, a insegurança chegavam para me tirar da rota, do caminho da terra. Levanto os olhos e o que vejo? Muralhas, decepções, tristeza, engano, enfim muita dor. É dolorido você colocar a confiança nas pessoas e descobrir que te mentiram,  e que você perdeu seu tempo com pessoas erradas, que não acresceram nada na tua vida, apenas atrapalharam a tua caminhada. È inevitável que as lágrimas não caiam em nosso rosto e o desespero tome conta do nosso ser. Bem dizia Jeremias que enganoso é o coração e que devemos confiar somente em Deus. Nesse momentos digo pra mim mesma: '' Como você é burra, como deixou ser enganada ?'' Bom, não podemos retroceder no tempo e desfazer o que já está feito, o jeito é seguir em frente e aprender com os erros. Nesses momentos eu lembro da promessa de Deus para Josué, e me lanço aos seus pés, conto pra Ele as minhas dores, a angústia que dilacera minha alma e peço que seja comigo também, que me ajude a vencer os meus conflitos, as minhas batalhas diárias e que eu consiga assim como Josué conseguiu alcançar êxito nas suas batalhas. Josué lutou e conquistou! Josué venceu os gigantes, derrubou as muralhas, enfim ele foi vencedor! Também serei! 

Vera Lucia     14/08/2013

sábado, 10 de agosto de 2013

Em tudo há um propósito

Salomão dizia que há um tempo determinado para todas as coisas embaixo do sol (Ecl.3:1), entender os tempos e estações  da vida não é uma tarefa fácil, nem sempre compreendemos... As dúvidas, as perguntas bombardeiam a mente e a confusão toma conta do nosso ser.  Nesses momentos o sol deixa de brilhar e o inverno parece intenso. Particularmente não gosto do período de inverno, muitas das piores fases da minha vida, aconteceram no inverno. Mas ele se faz necessário. Não tem como excluir, fazer com que deixe de existir. Assim são os tempos, os ciclos. Muitas vezes insistimos em coisas que já acabaram, em coisas que não darão resultados positivos, apenas por orgulho ou por um falso bem estar. Em manter o que já acabou, significa atraso de vida, é deixar de viver o novo de Deus. Ficar presa no passado, brigar com os fantasmas noturnos,  é não descansar em Deus, não confiar que ele pode nos fazer viver um  novo tempo, um novo dia. Salomão entendia que o tempo precisa seguir, a vida segue um curso e  que entender que há um tempo para nascer, para chorar, para sorrir faz parte da sabedoria. Entendo que em tudo há um propósito, muitas vezes questionamos Deus sobre certos acontecimentos, os porquês. Quando nos damos conta que perdemos tempo e que o tempo já passou e agora? Como voltar atras? Desfazer certos acordos, tomar outra atitude, dizer não, buscar mais a Deus, ouvir suas respostas. É não tem como voltar no passado e retirar certas palavras, mudar o rumo da história, já foi, já passou. Sim, em tudo há um propósito, precisamos aprender com os erros e não praticá-los mais. Entender que a vida é formada por ciclos, que o inverno vai passar e a primavera vai chegar, e quando os dias quentes do verão chegar, nem lembraremos mais do vento e do frio, dos dias cinzentos de inverno. Quando entendemos esse processo, sofremos menos e crescemos como pessoa, como servos de Deus!

Vera Lúcia 10/08/2013

terça-feira, 28 de maio de 2013

Vai tudo bem contigo?

" Vai tudo bem contigo? Vai tudo bem com teu marido? Vai tudo bem com teu filho? ela respondeu: Vai tudo bem."II Reis 4:26
Aprendo com essa mulher, a Sunamita, quando uma grande adversidade bateu a sua porta. Quando tudo parecia estar indo muito bem, ela era uma mulher de poses, não tinha necessidades financeiras, morava no meio do seu povo, tinha uma família. O maior sonho da sua vida havia sido realizado, que era ser mãe. Deus realizou seu sonho. E um dia sem aviso prévio, o seu sonho desmoronou, seu bem mais precioso morreu. Todo o seu dinheiro e poses não lhe adiantava nada naquela momento de angústia. Seu sonho! Seu filho, sua herança, estava morto!! O mais correto era essa mulher chorar, se jogar em terra e lamentar, murmurar e culpar Deus pelo ocorrido. O certo era essa mulher fazer um escândalo, chamar a vizinhança e se jogar no vale da lamentação e autopiedade. No entanto, não foi isso que ela fez. Ela sabia no seu coração que  somente uma pessoa  poderia lhe ajudar, não iria perder seu tempo contando para as pessoas, falando seu problema para quem não podia fazer nada. Somente o Profeta Eliseu podia ajudá-la. Penso na dor dessa mulher e na sua coragem, em meio ao pior vale da sua vida ela encontrou forças, acredita que a dor que sufocava seu peito era como uma espada encravada em seu coração. Ela se levantou e foi. Quando Eliseu avistou ela de longe, viu que ela estava sofrendo, mandou seu moço perguntar a causa da visita. Quando o moço perguntou ela disse: " vai tudo bem". Chegando à Eliseu ela se jogou aos seus pés e contou seu problema. Sim, pra ele ela podia falar, ele era o profeta, ele podia resolver seu problema. Ela foi no lugar certo. Eliseu foi até o menino e Deus ressuscitou o sonho daquela mulher, Eliseu devolveu a Sunamita o seu filho. Aprendo com isso que não adianta perder tempo chorando e me lamento com as adversidades que sobrevém a minha vida. Não adianta gritar aos quatro ventos, ou quem sabe ficar discutindo com "a" ou "b", tentando entender ou procurando justificativas. Antigamente, eu queria compartilhar com as pessoas que me rodeavam as minhas dores, os meus dissabores. Quantas desilusões! Quantas decepções! Elas nunca entenderiam as razões, as causas. Demorei muito pra entender que somente Deus me entende e me conhece, ele nunca julga e sempre estará disposto a me ouvir. Quantas vezes procurei alguém que dividir a dor que sufocava meu coração e quantas vezes me entristeci porque as mesmas não tinham tempo para me ouvir. Um dia alguém me disse" cada um tem sua vida", é verdade. Aprendi que Deus nunca está ocupado, e que Deus gosta de nos ouvir, Deus se importa com os nossos sentimentos, com os nossos momentos. Elias após matar os profetas e através da sua oração o fogo cair e consumir o altar, teve que fugir de Jezabel, e com isso lhe sobreveio momentos depressivos. Ele contou pra Deus, pedindo a morte, mas o nosso Deus nos entende e sustentou Elias nesse momento e disse: " Ei, come, vou cuidar de ti, ainda não é o fim". Aprendi com a Sunamita  a buscar no lugar certo a contar a pessoa certa. Quando me perguntam: " Tudo bem?"  respondo com um sorriso: " Tudo bem!"...  Sorrindo quando lá dentro o coração está em prantos, mas pra quê falar se eles não podem resolver meu problema?  Sigo o conselho de Jesus e entro no quarto, fecho a porta e me derramo aos seus pés, conta pra Jesus amigo fiel minha necessidade, minhas tristezas. Peço ajuda ao Espírito Santo, pois o apóstolo Paulo diz em Romanos que ele intercede com gemidos inespremíveis... Sim, Deus entende as lágrimas sabe o que elas dizem quando as palavras não saem. Deus cuida dos detalhes, quando meus sonhos desabam como o da Sunamita, quando as pessoas me decepcionam, Deus me diz: " olha pra mim, eu posso realizar teus sonhos, eu posso te ajudar, eu cuido de você".
Vale a pena contar pra Deus! Vale a pena, pois Deus é fiel!

Vera Lúcia
29/05/2013

quarta-feira, 15 de maio de 2013

Palavras...

Palavras... Palavras muitas das vezes lançadas ao vento, sem produzir efeito algum.Salomão nos orienta em Provérbios 25:11 que: " A palavra dita a seu tempo é como maçãs de ouro em salvas de prata". Palavras que soam tão bonitas, que empolgam, conquistam, palavras que também encaminham ao precipício, palavras que matam. Como soam bem aos ouvidos certas palavras e como as desejamos tanto! Oh! Como gostaríamos que elas fossem reais e não somente utopias e ditas para se conseguir um objetivo qualquer. Acreditamos, porque é tão fácil acreditar, queremos acreditar! Palavras que emocionam, que nos dão ânimo, e são as mesmas palavras que quando colocadas em provas nos decepcionam, nos derrubam. Palavras que nos fazem voltar a realidade, perdendo a confiança, a credibilidade no ser humano, concluindo que a vida nada mais é do que um jogo de palavras. Tudo na vida não passa de negócios. Nesses momentos as indagações  são inevitáveis, as decepções, as traições são doloridas e as lembranças das palavras  nos provam que nada é perfeito na vida. Haverá esperança? Algo pode ser real? Lembro-me de Jeremias o profeta chorão, que em Lamentações 3:21 me orienta a trazer a memória o que me dá esperança. Vasculho meus pensamentos, abro as caixas da memória buscando o quê me dê esperança. Coleções de decepções, coleções de traições, coleções de desilusões... e agora?? Mas nesse momento, algo acontece, ouço uma voz: " Olhe pra mim, sou teu Deus eu cuido dos detalhes da tua vida", abro a caixa das promessas de Deus para minha vida, e vejo que Ele está cumprindo, um passo por vez, um degrau por dia. Vejo a sua boa mão cuidado de mim, me guiando para a realização  dos meus  sonhos, dos sonhos que Deus sonhou para minha existência. Descubro que as palavras que devo acreditar, as palavras que devo ter como base na minha vida é a PALAVRA DE DEUS... Deus vela para cumprir sua palavra, Jeremias 1:12. Deus nunca decepciona, Deus nunca abandona." Pode uma mãe esquecer do seu próprio filho, todavia eu não me esquecerei de ti" Isaias 49:15 
Sim, Deus é fiel para cumprir todas as palavras ditas a mim! Nelas confiarei, e as demais? Bem... as demais são palavras... palavras... para o alto elevarei os meus olhos é de lá que vem o meu socorro! Salmos 121:1.

Vera Lúcia    15/05/2013


sexta-feira, 26 de abril de 2013

Há coisas que somente Deus faz!

Há coisas inexplicáveis na vida!  Sempre gostei de observar as ondas do mar, elas tem um limite e não ultrapassam, foi Deus quem as limitou ( Jó 38:11). Por mais que o homem invente, por mais que a tecnologia avance, há coisas que somente Deus faz! Uma moça pobre, órfã transforma-se em rainha, um prisioneiro vira governador do grande Egito, uma mulher chamada  é juíza e profetiza em Israel e vai pra frente da batalha, assegurando a vitória. Uma moabita é incluída na genealogia de Jesus. Para Deus agir precisa tão pouco, Ele não segue a lógica  humana. Muitas vezes crermos no impossível se torna difícil  quando  que, para Deus abrir o mar vermelho e mandar que o povo marche em terra seca é tão simples. Sim, para Deus o nosso impossível é nada. Jó fez algumas indagações e o Criador lhe respondeu com outras perguntas,  mostrando a Ele que nós seres humanos nada somos, e que tudo foi criado para uma propósito específico. Jó entendendo conclui: " Bem sei que tudo podes e nenhum dos seus propósitos pode ser impedidos" Jó 42:2. Por vários dias em minha vida questionei certos acontecimentos, por fim me rendi a  vontade do soberano, entendi o que Jó entendeu, o que são meus argumentos  diante do seu poder? As suas promessas permanecem intactas em  nossa vida, porém,  depende de nós entendermos os seu propósitos e fazermos o que disse Jesus: " Quem quer vir após mim, negue-se a si mesmo e siga-me". Toda promessa passa pelo teste do tempo, Salomão escreveu: " Há um tempo determinado para todas as coisas embaixo do céu" Eclesiastes 3:1. Quando nos submetemos ao processo do tempo, quando entendemos que a vida é constituída de ciclos, de tempos e estações, sofremos menos e caminhamos rumo ao cumprimento das promessas, a terra prometida. Calebe recebeu uma promessa, e esperou 45 anos para tomar posse da sua terra prometida, ele permaneceu, ele acreditou e revindicou a sua herança. Sim, tem coisas que somente  Deus faz! Escolheu um pastor de ovelhas para ser Rei do seu povo, Davi, o menor na sua casa, foi ungido rei e passou pelo processo do tempo, longo foi seu caminho até o trono. Quando entendemos a vontade de Deus  o seu chamado e entendemos que temos que fazer o possível e Ele fará o impossível, quando passamos a depender do seu cuidado e direção, sentimos paz e nossos olhos passam a ver os milagres no deserto, a farinha da panela não acabar e o azeite multiplicar. Ele sabe o que é .Zmelhor para nós, pois enganoso é o nosso coração, vemos o hoje, mas Ele vê o amanhã. Hoje entendo que  tudo o que Deus faz é o melhor para minha vida, hoje entendo o significado das palavras do Salmista: " Entrega teu caminho ao Senhor, confia nele  e o mais Ele fará" Salmos 37:4.
Sei que há coisas que somente Deus faz, Ele vela para cumprir sua palavra! A Deus toda honra, glória e louvor! Um dia vou olhar para trás, para o caminho percorrido, por tudo o que passei, por todas as decepções, as traições, as renúncias... vou contemplar diante de mim, os sonhos realizados, os impossíveis que ser tornaram realidade e bem alto vou gritar: " Há coisas que somente Deus faz!"

Vera Lúcia 27/04/2013

terça-feira, 23 de abril de 2013

O Deus que sonda...

" Senhor  sei que tu me sondas..." Salmos 139:1
Quantos vezes oramos como Davi. Sim, diante do olhar de Deus  não tem como disfarçar a verdadeira dor, a verdade. Podemos disfarçar das pessoas que nos rodeam, podemos sorrir e por dentro estar em pranto. Mas quando falamos com Deus, temos que ser sinceros, seu olhar é penetrante, vê o mais profundo do nosso ser. Quantas vezes quis falar, quis desabafar, gritar, pôr pra fora a dor que estava me sufocando. Falei com tantas pessoas , estive em vários lugares e ninguém viu. Ninguém viu que eu queria chorar, ninguém percebeu que eu queria um abraço, um carinho. Quantas vezes quis ouvir uma palavra de incentivo, de apoio, e tive que tirar forças pra incentivar e apoiar aqueles que chegavam a mim. Quantas vezes disse: " vai dar certo " , quando não tinha certeza de nada. Quantas vezes disse : " Vou conseguir" quando mal conseguia dar um passo. Houve dias da minha vida que não me permitia que as pessoa me vissem chorar, o que iriam pensar. Sempre passava a imagem da mulher feliz, realizada. Vi que é perda de tempo. Gosto de uma música que diz : " Em dias assim..." entendi que em dias de anonimato emocional, em dias de angústia da alma,  há um que sonda e conhece, um que entende. Davi conheceu o Deus que sonda. O Deus que ouve, que enxuga as lágrimas, ele mesmo disse: " O choro pode durar uma noite, mas a alegria vem ao amanhecer" Salmo 30:5, ele viveu esses momentos. Aprendi com Davi a buscar consolo no Deus que sonda, no Deus que ouve, que nunca está ocupado, nunca está em off. É no aconchego dos braços do pai,  procuro abrigo na sombra do onipotente, e digo: " Acalma meu coração!" , derramo minha alma, meus lamentos, conto a ele onde dói, divido com ele as tristezas, as decepções que são tantas, e as feridas? Peço a Ele que venha com o bálsamo curá-las, pois quando penso que elas cicatrizam , voltam a sangrar. Lembro -me que Paulo disse em Romanos que o Espírito Santo intercede com gemidos inexprimíveis, peço ajuda a ele para expressar meus sentimentos, para que ele leia nas lágrimas que rolam o que não consigo dizer em palavras, e oro: " Deus Sonda meu coração, acalma meu coração!" Nesse momento, sinto algo tão gostoso, sinto a presença do altíssimo, a brisa suave, sinto o seu abraço. Ouça sua voz: " Não vou te decepcionar, estou contigo, conheço tua vida. " Sinto a paz invadir meu ser... Sim, meu amigo de todas as horas, meu tudo, meu socorro, meu provedor, meu Deus, ele nunca me abandonará, sempre me ajudará. O Deus que sonda está comigo, entende minhas lágrimas, entende meus momentos. Conhece minhas limitações, meus defeitos, minhas fraquezas, realiza meus sonhos. Guia meus passos em meio aos desertos da vida!! O Deus que sonda me ama e nunca me deixará só. 


Vera Lúcia 24/04/2013 

quarta-feira, 10 de abril de 2013

Ser Mãe...



“ Ser mãe é padecer no paraíso” Quem não ouviu essa frase? Ser mãe é algo sublime, é algo inexplicável.  É um padecer sem pedir nada em troca. A partir do momento que você  ouve: “ POSITIVO” sua vida não é mais a mesma. No primeiro instante a felicidade, depois a expectativa domina seu ser, 9 meses... quantas perguntas, quanta ansiedade. Nasce, e você tem em seus braços um pedaço seu, uma esperança... Colocamos nos filhos todas as expectativas frustradas, os sonhos não realizados, a certeza  de vermos se cumprir na vida deles o que não vimos na nossa. Ser mãe é amar incondicionalmente, é não dormir mais tranquilamente,  é deixar de pensar em si e pensar sempre nos filhos, no seu bem estar. Só entendemos o que nossas mães passaram e nos falavam quando somos mãe!  Como é gratificante ouvir a palavra “MÃE”, quando vemos o sorriso e os braços estendidos, quando ouvimos as primeiras palavras, os primeiros passos, a dor do parto parece utopia. Ser mãe é também responsabilidade, o Salmista nos diz no Salmo 127:3 que os filhos são herança do Senhor, são algo precioso. Deus nos deu essa responsabilidade de cuidá-los, ensiná-los o bom caminho, “Ensina o menino no caminho em que deve andar, e mesmo quando envelhecer não se afastará dele.”Provérbios 22:6. Como ser mãe nos dias atuais? Como criá-los em dias tão difíceis... O segredo é confiar nossos filhos nas mãos de Deus, fazer a nossa parte e crer que Deus cuidará do meu e do seu filho quando não pudermos fazer. Algo me chamou atenção certo dia quando meu filho disse que via quando eu orava a Deus todas as noites, eu pensava que ele estava dormindo. Sim, nossos filhos prestam atenção em tudo o que fazemos, em todas nossas ações as  boas ou ruins. Por isso devemos prestar atenção e nunca esquecer que temos espectador ao nosso lado todos os dias. Enfim, ser mãe é muito mais... Ser mãe é a maior expressão de amor!
Vera Lúcia
10/04/2013

quinta-feira, 24 de janeiro de 2013

Quando Deus diz Não

Desde crianças procuramos respostas. Desde pequenos tentamos identificar tudo o que nos rodea, quem é quem, papai, mamãe, em fim, buscamos segurança. Quando começamos a dar os primeiros passos, é confiando que nossos pais estarão ali, bem pertinho para nos proteger, nos segurar e nos ajudar a prosseguir a descoberta de andar. Logo mais tarde, chega a fase dos porquês, sempre querendo entender os acontecimentos. Da infãncia vem a adolescência e muitas descobertas nos espera, e a vida segue seu curso normal. Durante todo esse processo desde bebês ouvimos muitos nãos, nem sempre entendemos e aceitamos os nãos dos pais, os nãos da vida.Quando vou viajar, costumo fazer um roteiro, horário de saída, horário de chegada, a programação completa. Nem sempre é possível cumprir com exatidão essa programação, algo saí errada, os atrasos são inevitáveis. Isso acontece na vida, as programações fogem ao nosso controle. Jesus disse: " Quem quer vir após mim negue a si mesmo tome sua cruz e siga-me." Negar a mim mesma, é negar a minha vontade, os meus desejos, o meu querer. É perguntar a Deus qual é a sua vontade na minha vida, e muitas vezes a resposta de Deus não é  a que queremos ouvir. Muitas vezes a resposta de Deus é NÃO. E nem sempre ele nos diz o porque do não. Isso é desesperador! Ouvir NÂO e não entender porquê? E agora? Aceito o não de Deus sem questionar, ou sigo a minha programação? Lembro-me nesse momento do que Isaias escreveu: " Porque  meus pensamentos não são os vossos pensamentos, nem os vossos caminhos os meus caminhos, diz o Senhor..." Isaías 55:8. Muitas vezes nossa vontade não é a vontade de Deus. Quando ouvimos não, e queremos tanto algo, diante de nossos olhos é o melhor, esse é o caminho, essa é a porta. Porém, Deus vê o amanhã, Deus vê o que não vemos ou fazemos de conta que não vemos. Ele vê além do momento, além do hoje. Quando ele nos diz Não é porque tem algo melhor, porque ainda não é o tempo." Há um tempo determinado para todas as coisas..." Eclesiaste 3:1. Eu e você temos a escolha, aceitamos o não, ou seguimos a nossa vontade, toda escolha tem sua consequência. O amor de Deus é imensurável, ele aceita nossas escolhas, mas as consequências são nossa responsabilidade. Davi conhecendo Deus, escolheu cair nas suas mãos, sabia que ele é misericordioso, mas viveu as consequências até os últimos dias de sua vida.  Muitas vezes não entendi os nãos de Deus, com o passar dos dias, vi que era Deus cuidando da minha vida. Se você está vivendo o momento do NÃO, louve e agradeça, estás sendo cuidado(a), protegido(a) e guardado(a).  Entregue-se a vontade soberana do Criador, não questione, deixe ele cuidar de você. " Entrega teu caminho ao Senhor e confia nele e ele tudo fará"  Salmos 37:4
 
vera Lúcia 24/01/2013

quarta-feira, 23 de janeiro de 2013

Manhã no Deserto da Vida


 Sabe quando você acorda de manhã, e o dia parece tão sem graça, sem sentido. É uma manhã no deserto da vida.Levantei, olhei  ao redor sem saber o que fazer,  tudo parecia sem vida. Estava no deserto sem vegetação alguma, apenas areia e o sol escandante sobre minha cabeça. A dor que invadia a alma é imensa, derepente o sol não tinha mais brilho, e a vida parecia tão efêmera. A dor da decepção é aguda, como  uma faca pontiaguda que ultrapassa meu corpo físico. Quantas expectativas e tudo em vão. Como entender os porquês da vida, costumo dizer que nada é perfeito e em dias assim, vejo que não estou errada. Em um piscar de olhos tudo desaba,  desmorona fazendo um barulho imenso. Tudo o que parecia certo é mais que incerto, sonhos? Utopia pura. São os desertos da vida. Lembro-me de Jó quando perdeu tudo, ele desejou nem ter nascido, seus melhores amigos não entendiam seu sofrimento, tentavam em vão entender os porquês. Eu e você ficamos assim, perdendo tempo,  gastando energia tentando entender os momentos, as circunstâncias que nos sobrevém. Uma amiga  sempre me disse: " Espere sempre o pior assim você sofre menos." Em dias assim, concluo que ela tem razão. E os projetos de Deus, os sonhos de Deus?  Sonhei e agora?Sonhei o sonho errado? O que me chama a atenção no deserto de Jó, é que ele tinha um caco de telha para aliviar a dor. Olho ao redor, e o meu caco de telha onde está? A dor está forte,  será que vai passar?  Quantas indagações... Nesse momento me transporto para a conversa de Deus com Jó, quando Deus lhe faz entender que ele tudo pode, que tudo criou e que nossas indagações são meras palavras e que o próprio Deus nos encaminha ao deserto assim como fez com o povo de Israel para sondar os seus corações. Jó entendendo isso diz: " Bem sei que tudo podes e nenhum dos teus propósitos pode ser impedidos." Jó 42:2. Jó se rende a vontade de Deus. Sim, se render a vontade de Deus é o melhor caminho no deserto. Em meio as divagações de uma manhã no deserto, conclui: "Vou me render a vontade de Deus," Como disse Neemias: " Orei ao Deus dos céus." Falei a Deus: " chega de tentar entender o que não é para ser entendido, eis-me  aqui para viver a tua vontade, quero comer o maná que tu envias no deserto, porque os seus propósitos não podem ser impedidos em minha vida." Senti uma brisa suave em meio ao sol do deserto, um bálsamo invadiu minha alma, senti o abraço do meu amigo fiel e de todas as horas, Deus ouviu o meu clamor, Deus ouviu a minha voz! Não estou sozinha! Deus está comigo! Não vou morrer no deserto, vou vencer, ultrapassar os limites da dor. Senti uma força sobrenatural, me levantei e disse para a autopiedade, e sua colega depressão: " Vão embora". Olhei para a solidão e disse: " Você não é bem vinda em minha vida, não estou sozinha, meu Deus comigo está". Como o salmista no salmo 121, pude erguer os olhos e ver que meu socorro vem dos céus, vem de Deus, quando os amigos não podem me ajudar, quando o homem falha, Deus continua fiel, Deus não decepciona, nos ama incondicionalmente. Senti a água da esperança, a água viva fluir no deserto, no deserto da minha vida, e estou vendo como os israelitas viram, os milagres no deserto, o mar se abrir, a providência divina a cada manhã. As manhãs com Deus são manhãs de vitórias, temos um Deus que nos dá vitória no deserto!!
 
Vera Lucia 23/01/2013