domingo, 15 de julho de 2012

Aprendendo com Ana


Orar é falar com Deus, é contar a Ele nossa dor, as aflições do dia a dia, as angústias da alma. A Biblia não nos dá regras para a oração, posso falar com meu Deus deitada, em pé, sentada, mas quando nos ajoelhamos, quando no prostramos diante dele em sinal de reverência, sentimos que alcançamos seu coração. Davi diz no salmo 51: 17 que um coração contrito e quebrantado, Deus não despreza. Lembro-me de Ana quando chega ao templo e se joga no altar, não se importando com os olhares surpreso do sacerdote Eli, muito menos com o julgamento que ele faria diante dessa atitude. Ana tinha tomado uma decisão, ela contaria toda sua dor para o Deus todo poderoso, dono dos céus e terra, o único que poderia lhe dar o seu milagre, o seu Samuel! O sacerdote quando olhou essa mulher diante do altar, julgou que a mesma estivesse bêbada, com ela estava orando com amargura de alma, ela estava chorando e pedindo socorro, pedindo que Deus julgasse sua causa, e lhe concedesse um filho. O sonho de Ana era ser mãe, e Ana sonhava em ter muitos filhos, no momento isso parecia impossível e inatingível. Muitas eram as provações da sua inimiga, e sozinha Ana não conseguia mais prosseguir, suas forças se acabaram... Quando  oramos ao Senhor e contamos a Ele nossas fraquezas, nossas dificuldades e colocamos nele toda a confiança e esperança, Deus responde com milagres, passamos a ver o impossível acontecer diante de nossos olhos. Diz a Bíblia que quando Ana levantou, seu semblante já não era mais triste, ela sabia que Deus ouvira sua oração! E Eli presenciou o dia que Ana adentrou ao templo e disse: " Por esse menino orava eu" . Sim, nossos inimigos verão o agir de Deus em nossa vida, os acusadores verão que quando oramos Deus responde, Deus se manifesta com milagres. Aprendo com Ana, e faço como ela, conto a Deus meus segredos, minhas dores e sei que ele ouve e acalma os ventos na minha vida, Deus é meu guia e protetor, como   Ele disse a Abraão: " Sou teu Escudo" , eu creio e prossigo em busca dos meus sonhos!  Faça com Ana, Aprenda com Ana e verás seus sonhos se realizarem diante de teus olhos!

Vera Lucia   15/07/2012

quarta-feira, 11 de julho de 2012

Clama a mim...

Deus fala com Jeremias incitando-o a clamar, invocar, a falar com ele sobre suas indagações. Dizendo: " Clama a mim, eu te responderei e anunciar-te-ei coisas grandes e firmes" Jeremias 33:3 
Jeremias estava desiludido com a sua situação atual, encerrado no pátio da guarda, profetizava e não recebia crédito, estava vivendo uma sessão de nostalgia. Quantas vezes nos encontramos em dias como os de Jeremias, dias que o sol não brilha, os sonhos parecem distantes, inatingíveis... Em dias cinzentos, dias de decepções, de solidão e angústia,  ouvimos a voz de Deus falando ao nosso coração como falou com Jeremias. " Clama", " Invoca", quando falamos com Deus, nosso amigo fiel, quando contamos a Ele nossas necessidades, nossa real situação, contamos a ele as dores da nossa alma, Ele nos ouve, e envia o refrigério. Ele anuncia coisas grandes e ocultas. Deus ouve nossa voz, ouve a oração quando feita com quebrantamento, com propósito, quando choramos aos seus pés, assim com fez Ana, Ele chora conosco e nos consola. Jesus, quando chega em Betânia e Maria chora aos seus pés contando a ele que seu irmão estava morto, ela dizia a ele através das lágrimas, e agora? O que será de nós? Estamos sozinhas, Lázaro morreu... Jesus chorou, Jesus sentiu a dor de Maria, e operou o milagre, ressuscitou a Lázaro. Jesus quer fazer o mesmo nas nossas vidas, ele deseja ressuscitar nossos sonhos, nossos projetos. Aprendamos com Jeremias, a clamar, a buscar, a confiar naquele que tudo pode. Jeremias chorou e lamentou, mas viveu pra ver as suas profecias serem cumpridas. Deus é fiel, e responde ao nosso clamor. Quando Jesus andava pelo caminho e ouviu uma voz: " Filho de Davi tem misericórdia de mim", ele ouviu a voz daquele homem cego, e operou o milagre, restaurando a sua visão.  " A oração de um justo pode muito em seus efeitos" Tiago 5:16

Vera Lúcia