segunda-feira, 7 de maio de 2012

Clamando ao Filho de Davi

Ouse sonhar.... há momentos que os sonhos parecem utopias. Os alvos mais desejados e pelos quais lutamos tanto parecem não terem sentido, o vazio parece tomar conta da nossa vida. O azul do céu se torna escuro e pensar que o sol pode voltar a brilhar, é realmente impossível. Nesses momentos onde o céu está cinzento, o barulho da tempestade são como música de fundo no cenário da vida, eu faço como o cego de Jericó quando ouviu que Jesus passava por ali. Ele clamou: " Jesus! Filho de Davi tem misericórdia de mim!" Jesus ouvindo sua voz, se aproximou e perguntou: " O que queres que eu te faça?"  O que o cego de Jericó mais queria na vida era voltar a ver, e retomar a sua vida, sua identidade, ele deixaria de ser " o cego de Jericó", deixaria de pedir esmola, voltaria a ser chamado por Bartimeiu. Jesus, quando olhou para dentro da alma daquele homem ele não viu sua deficiência, assim como ele não vê as minhas fraquezas, ele entende e nos ama. Ele olhou o cego e disse: " Vai tua fé te salvou" Em outras palavras: " Veja" . Qual alegria desse homem ao ver a luz do sol, a natureza, as pessoas que ele amava, e poder andar, correr, saltar e não depender de nada para seguir seu caminho. Sua alegria foi tanta que ele seguiu Jesus pelo caminho.Ele voltou a sonhar! Assim como esse homem, quantos dias eu me encontro na beira do caminho e preciso que o olhar meigo do mestre Jesus, me alcance, e me pergunte :" O queres que eu te faça?" Quem sabe você esteja a beira do caminho e como aquele homem esteja gritando: " Filho de Davi tem misericórdia de mim". Jesus amigo fiel e inseparável, ouve nossa voz, muitas vezes um gemido. Conhece o nosso momento e nos socorre. Davi diz no Salmo 121: " Olho para os montes de onde me virá o socorro, meu socorro vem do senhor que fez os céus e a terra", Com uma palavra Jesus dissipa toda tempestade e o sol volta a brilhar em nossas vidas, os sonhos mortos revivem, e a alegria chega em nossa casa. Vale lembrar que quando Bartimeu começou a clamar, muitos o tentaram parar, dizendo a ele que ficasse quieto, era inútil gritar, que se conformasse com sua sorte. E não é diferente em nossas vidas, os nossos inimigos como a dúvida a incredulidade, tentam nos fazer desistir, até mesmo as pessoas que nos rodeiam nos dizem: " pare de clamar", nos desanimando. Assim como Bartimeu, continuemos a clamar e na mais alta voz, não dando ouvido aos opositores, e clamar cada vez mais alto, até que o sol da justiça brilhe em nossas vidas outra vez. Os sonhos mais impossíveis  se realização, porque Jesus não nos condena e nem julga, ele nos ajuda nos dias maus e nos conduz ao caminho da felicidade, o caminho da realização e o caminho da presença de Deus. Ouse sonhar os sonhos de Deus!

Vera Lúcia