segunda-feira, 30 de maio de 2011

Amanhecer...

" O choro pode durar uma noite, mas a alegria vem ao amanhecer..." Salmos 30:5
A noite nem sempre traz alegrias em nossas vidas. Muitas delas trazem tristezas, angústias e desânimo. Quantas notícias trágicas recebemos ao anoitecer, e quantas noites passamos quase em claro pensando: " Como será o dia de amanhã?" Quantas noites passamos chorando e nos lamentando com os acontecimentos do dia. Esperança é uma palavra sem sentido, nem imaginamos com ver os raios de sol, ''será que vou conseguir levantar da cama?'' Eu e você que está lendo essas palavras, já passamos por esses momentos, por noites assim. As palavras do salmista, que o o amanhecer vai chegar e com ele a alegria, até parece utopia. Deus faz o impossível em nossa vida, porém, o que nós temos que fazer ele não faz, certas atitudes somente nós poderemos tomar e elas podem mudar o nosso amanhecer. Quais atitudes? Bem, uma delas é ceder a noite e acordar mais depressiva do que antes, ou então falar com Deus, dobrar os joelhos, contar a Ele todas as agonias da alma, pedir socorro e crer que o amanhecer será diferente. Essa é a melhor atitude, porque remédios pra dormir ou algo do gênero não resolvem. Deus sim, Ele é socorro presente na hora da angústia. Ele é amigo certo nos momentos incertos, Ele nos sonda e nos conhece bem. Quando oramos e choramos aos pés de Jesus, quando entregamos a Ele nossas aflições e causas, jamais de forma alguma Ele nos decepcionará. A paz invade nossa alma e podemos dormir, descansar a sombra de suas asas. E o amanhecer? Sim, o amanhecer chega, mesmo que com neblina, logo os raios do sol aparecem, o calor do sol manda embora o frio, e sentimos a presença do Todo Poderoso, nos abraçando e nos guiando pelas veredas da justiça. E a certeza que Deus está conosco e no controle de tudo, e que a alegria do Senhor é a nossa força, então o amanhecer se torna lindo e o restante do dia será abençoado. Podemos perder tudo na vida, menos a presença de Deus!

Vera Lúcia 30/05/2011

quinta-feira, 26 de maio de 2011

Viver um dia após o outro


Viver um dia após o outro... Um dia tem sol, no outro a chuva cai. Quando vivemos dias de chuva e dias de inverno, nossa alma fica melancólica, parece tudo tão escuro e sem graça. Até sonhar é utopia. Logo a chuva passa e o sol volta a brilhar, trazendo alegria a nossa vida. O calor dos raios solares aquecem nossa alma, e nos impulsiona a andar mais alguns passos. Como vencer os dias de chuva e os dias de inverno? Nesses dias é comum recebermos visitas inesperadas e abusadas como a ansiedade, o desânimo, a tristeza, a angústia. Elas são metidas e tentam nos convencer que não dará certo, que os projetos são em vão, sonhar pra quê? As dificuldades e circunstâncias adversas são as amigas inseparáveis nesses dias. É preciso vencer esses dias, ultrapassar os limites da dor, e alcançar os dias de sol. Ultrapassar o Jordão e chegar na terra prometida. Para vencer os dias de chuva e de inverno, esperar os raios do sol, até a chuva passar, somente aos pés de Jesus. Ele é o melhor amigo, aquele que conhece o profundo e o escondido. Conhece a dor mais profunda. O que vai no íntimo de nossa alma. Deus nosso socorro presente na hora da angústia. Nos dias que parecem não ter fim, ele nos consola, ele é nosso abrigo. Deus amigo inseparável, que não julga, não decepciona, estende a mão e nos consola! Viver um dia após o outro, tendo a certeza que em dias de chuva ou de sol, Deus não nos abandona, está sempre atento à nossa voz para quando clamarmos a Ele. Como disse Jesus: " Basta a cada dia o seu mal" Aprender a viver um dia por vez, é um grande aprendizado, uma grande vitória alcançada!! Eis um dos segredos para a vitória plena!

Vera Lucia 26/05/2011

terça-feira, 24 de maio de 2011

Depender de Deus


Depender de Deus... Como é fácil falar : " Eu dependo de Deus", o difícel é viver isso na íntegra. Depender de Deus é despojar de todo controle das nossas vidas e entregar inteiramente ao Senhor Criador dos céus e terra. Deixar ele nos guiar ao impossível, nos dizer qual o melhor caminho a seguir. Não fazermos a nossa vontade e sim a Dele. Quando Deus disse a Elias que alguém o sustentaria, ele por certo, imaginou ser uma pessoa de posse, com finas iguarias. Doce engano. Deus não trabalha da forma que pensamos ou imaginamos, ele age na contramão da lógica humana. Imagino o que Elias pensou quando viu que a pessoa que o sustentaria era uma viúva e pobre. Assim mesmo que Deus faz com nossas vidas. Quando pensamos que é do nosso jeito , Deus dos altos céus nos diz: " não filha, é do meu jeito, eu conheço o futuro." Ele sabe o que nos acontecerá no dia de amanhã. Ele é quem cuida dos detalhes, Deus se importa com os detalhes na nossa vida. Quantas vezes nos encontramos como Elias, na mesma situação. Quais pensamentos não passaram pela cabeça de Elias quando ele viu o seu almoço chegando e o garçom nada mais, nada menos que um corvo. Sim, depender de Deus, é depender do maná como o povo no deserto, é viver um dia após o outro. O centro da vontade de Deus é o melhor lugar, o caminho do cumprimento das promessas de Deus em nossas vidas, é muitas vezes aprender a depender de Deus, todos os minutos do dia, todo os dias da semana , todas as semanas do mês e todos os meses do ano!

quarta-feira, 4 de maio de 2011

O preço da vitória

Tudo na vida tem um preço. Nosso mundo é um mundo capitalista e consumista. Paga-se altos
valores por objetos as vezes tão pequenos, tão simples. E como se corre atrás do dinheiro para
saciar tantos desejos e adquirir bem materiais. Bens que um dia terão fim. Da mesma forma,
corremos atrás de vitória. Palavra tão comum hoje em dia. Vivemos dias tumultuados, dias de
angústias e de necessidades. Vitória financeira, vitória sentimental, vitória profissional. Vitórias
e vitórias. Todas as manhãs falamos a Deus: “ Preciso de vitória hoje.” Qual o preço que
desejamos pagar por ela? Se hoje chegasse alguém e te dissesse: “ Olhe, no lugar tal, rua tal,
prédio tal, lá está a tua vitória. A vitória que você tanto quer, tanto busca e espera. Mas tem
uma coisa, ela custa o valor tal.” Esse valor em reais. Certamente você se levantaria, abriria
um sorriso, os pensamentos a toda, somando o dinheiro que está no banco, mais o salário do
mês. Sim, somando, dá o valor exigido para a Vitória. Mas, se de repente faltar ? Não, isso
não é problema, já veio na sua mente a pessoa que poderá lhe emprestar, ou então o gerente
do banco pode solucionar seu problema. E sem perda de tempo, você sai correndo em busca
dos valores, pois, você espera a tanto por isso. Ah! Vitória tão sonhada, tão desejada. E agora
tão pertinho, sonhou tanto com ela e é só estender a mão e pegá-la. Antes, porém você tem
que pagar o valor exigido. Você pensou um pouco e viu que é não um absurdo, o valor não é
alto diante do que você vai receber. Quem sabe é um pacote, vários sonhos acoplados na tão
almejada Vitória. Para conquistar esse pacote, vale a pena pagar o preço necessário, mesmo que seja com lágrimas. Como diz o louvor: " Ainda que pra te servir Jesus eu tenha que chorar, te seguirei..." Um dia após o outro, vencendo os gigantes da vida, e tendo o alvo que é a Vitória plena e completa, pagarei os valores exigidos. Vale a pena pagar o PREÇO DA VITÒRIA!

Vera Lúcia 04/05/2011