segunda-feira, 12 de julho de 2010

O caminho da renúncia, lutar e vencer!

"Um dia após o outro andando e carregando a cruz..." Cantei muitas e muitas vezes esse louvor. Julgava saber exatamente o que estava cantando. Ouvi diversas pregações onde o tema baseava-se nas palavras de Jesus:"Tome sua cruz, negue-se a si mesmo e siga-me". Palavras e palavras! Negar a si mesmo? Carregar a cruz? Parece simples e fácil. A prática é outra história. Negar-se a si mesmo, não tão fácil como parece. É dizer não a você mesmo, dizer não aos desejos e vontades e viver os caminhos que Deus tem para a nossa vida. Não os meus caminhos, não os meus sonhos, não os meus projetos. Renunciar ao egoísmo e ao orgulho. Não quero, não posso e não vou, são extintos no vocabulário da soberana vontade de Deus. É muita fácil dizermos: "Eis-me aqui Senhor", mas obedecermos a voz divina, é em primeiro lugar negar-mos a nós mesmo. Hoje entendo porque Deus encaminhou o povo de Israel ao deserto. Entendo como foi fácil para muitos deles murmurar e não entrar na Canaã. Sim, é muito mais fácil querer voltar ao Egito, ser escravo, lembrar dos melões e melancias, do que prosseguir em frente. Tem jordão para atravessar, tem gigantes a vencer, tem caminho a percorrer. E mais que tudo, obedecer. O caminho da obediência, o caminho da dependência, do maná diário as vezes é doloroso. "Esperei com paciência no Senhor"Salmos 40:1, é mesmo uma vitória conseguir fazer das palavras do salmista as nossas. Negar a mim mesma, é um processo diário. Muitos momentos me jogo aos pés do mestre Jesus, pois sei que ele me entende bem, ele sabe o quanto está sendo difícel vencer a minha vontade, o meu Eu grita toda manhã, mas ao fim do dia, com a graça divina, posso dizer: "Venci mais um dia"Posso perder tudo na vida menos a presença de Deus. Não mais voltar ao Egito. Não posso voltar, preciso prosseguir. Com a graça divina, vencerei. Vencendo um dia após o outro, carregando a cruz, em meio aos desertos da vida e a cada amanhecer, aprendendo mais e mais com Jesus. Um dia chegarei em Canaã e terei a certeza de ter vencido a mim mesma, o meu maior gigante. E poderei cantar: "Posso voar livremente para onde eu quiser" As feridas já foram curadas, elas não mais existirão. O processo de cura é doloroso sim, a renúncia faz parte dele. Mas não perco a visão dos projetos de Deus a tantos atrasados em minha vida. Sim, viverei os projetos de Deus! Lutarei e Vencerei! Como diz um amigo: "Lutar sempre, desistir Jamais" O caminho da obediência a Deus, é o melhor caminho! Todos os momentos descendo morro ou subindo morros eu oro: "Senhor quero estar no centro da tua vontade. Quero ser aprovada. Quero vencer" Vale a pena a renúncia, a morte da minha vontade. Pois, o caminhar no deserto tendo ao Senhor como protetor, o maná todos os dias, me levará ao destino sonhado. E um dia cantarei: "Eu tenho a vitória, a vitória eu sei ela é minha, eu já tomei posse, declarei ela minha"....

Vera Lúcia 12/07/2010

3 comentários:

  1. Nossa é verdade mesmo fraquinho não pudemos nos render e sim lutar caminhar por que Jesus ele nos ajudara! gostei muito do texto q Deus o abençoei.

    ResponderExcluir
  2. Verdade, temos que lutar e nunca perdermos a vis~ao da vitória!

    ResponderExcluir
  3. gostei muito do texto!
    e o nosso senhor e digno de toda honra e glória.
    deus o abençoe

    ResponderExcluir