sexta-feira, 2 de abril de 2010

Palavras, momentos, palavras ....

Há momentos na vida que ficamos numa encruzilhada, qual caminho seguir? Será que seguimos a direita ou a esquerda? Pra frente ou voltamos? Qual caminho será melhor? Qual deles é o mais indicado? Qual deles será menos solitário? Em qual deles encontraremos pedras, espinhos, barreiras a ser vencidas? Em qual desses caminhos, encontramos as repostas de nossas orações? Onde nossos sonhos serão realizados? É, dúvida cruel!!! Mas, ouvimos a voz mansa e suave de Jesus, nosso amigo fiel, " Te tomo pela mão direita e ajudo a prosseguir." Deleita-te no Senhor e ele concederá o desejo do seu coração." Então, o melhor caminho a ser seguido é aquele em que o mestre está ao nosso lado. Mesmo que esse caminho tenha pedras, espinho e barreiras a ser vencidas. Mesmo que durante a caminhada, temos que passar pelo vale de Jaboque e lá ter um encontro com o anjo e ele mudar o nosso nome. Mesmo que nessa caminhada, haja decepções, amigos que ficam para trás, outros que nem eram amigos. Sim, as decepções fazem parte da vida. O consolo é que Jesus amigo fiel, esse nunca nos abandona e nem nos decepciona!! Ele não olha nossos defeitos, não julga, ele sabe que somos pó, e somos falhos. Ele sempre estará a postos para perdoar, nos consolar e nos carregar no colo. Então seguimos em frente, e descobrimos que o melhor caminho é estar na centro da vontade de Deus.
Há momentos nessa caminhada que o melhor presente, não é uma barra de ouro, mas sim um abraço. Há momentos, que as palavras fazem diferenças.. E aí, fazemos uma pausa na caminhada e perguntamos: Deus, onde encontrarei ? Deus, como encontrarei? Ah! Deus será que tu tens isso para minha vida?? Deus as decepções são tantas, não será mais uma? Como ter certeza? As horas passam e a resposta não vem. Deus não brada do céu, dizendo: Filha, é assim.... vai acontecer assim... Mas Deus, nos dá evidências... e se derepente nem assim entendemos, ele pode até fazer a mula falar. Certo dia, alguém me disse: há momentos na vida que acontecem uma vez só e se deixarmos passar, eles podem não mais voltar!! O melhor a fazer é baixar a guarda. Derrubar o muro...
Hoje, entendo que há verdade nessas palavras, e que vale a pena correr o risco... pois, e se esse momento não mais voltar??? Descobri que ter a vida programada, um dia pode dar pane no sistema. Então, viver um dia de cada vez, talvez seja a maneira de ser feliz. Para ser feliz, precisa tão pouco. Uma palavra é suficente. E o amanhã??? Bom, o amanhã a Deus pertence. Não faço mais planos... tenho dito a Deus: "Senhor quero viver um dia por vez, curtir os momentos.. e o restante está nas suas mãos... Quando quis, fazer do meu jeito, me arrebentei, agora, só os cacos, então, Senhor, tu que és o oleiro, faça do seu jeito.."
Há momentos que certas palavras não precisam ser ditas. Há momentos que elas estão presentes até mesmo em uma vírgula. Palavras vão e vem, mas há palavras que ficam no coração!!! Palavras que são bálsamo! Palavras que tem sabor de mel, melhor do que muitos milhões!!!

Vera Lucia

Nenhum comentário:

Postar um comentário