quinta-feira, 15 de abril de 2010

Meu Testemunho!! Deus o grande médico dos médicos!

No ano de 1993, no mês de novembro, fui acometida de uma enfermidade , aos poucos o que parecia uma simples espinha no ouvido esquerdo, se tornou um cordão que poderia ter me tirado a vida. Fui ao médico e recebi o diagnóstico e medicamento para uma suposta alergia, de repente proveniente do shampoo ou sabonete, porém, com o passar dos dias e horas a dor aumentava , tornando-se insuportável. As noites já passaram a ser dia de tanta dor. Quando completou uma semana desse quadro, pela manhã, ao olhar-me no espelho, vi que meu olho esquerdo tremia, parecendo que repuchava. Pensei, deve ser devido a dor e o pouco que dormi essa noite, e decidi ir ao médico novamente. Ao sair para o trabalho, passei no colégio e para minha surpresa e espanto as pessoas me diziam que meu rosto, no lado esquerdo estava ficando torto, sem contar a dor que aumentava mais e mais. Não suportando o calor e a dor, no horário do almoço cheguei na casa de uma prima que era enfermeira, e ela me disse estar indo para o hospital e falaria com a médica de plantão para me atender. Passei no trabalho para avisar e acabei desmaiando de dor, ao chegar ao hospital a médica se apavorou ao ver meu estado e disse: “Eu vi isso nos livros, precisamos enviar a um especialista”. Era sexta-feira e o médico otorrino que atendia na outra cidade não poderia me atender e passou a medicação via telefone. A partir daquele momento, foram 15 dias de dor e agonia, tendo paredes brancas e litros de soro como companhia. Meu rosto ficou totalmente transfigurado, o lado esquerdo todo repuxado, horrível! Sem falar a dor constante. Após exames, foi diagnosticado como vírus de Herpes no ouvido esquerdo, atingindo os nervos da face, e correndo o risco de virar niningite. Suspeita confirmada nos próximos dias e por isso me transferiram para a cidade vizinha (Joaçaba). Na chegada do hospital, desmaiei de tanta dor, sendo conduzida em cadeira de rodas e levada ao isolamento. Foram horas amargas! Não via mais solução, e as promessas do Senhor para minha vida, parecia longínquas, só me restava a morte, o único caminho a vista. Chorava de saudades dos amigos, da família, da igreja. Passei daquele dia em diante a viver dopada de remédios, e sem crer mais na vida. Como meu estado estabilizou, saí do isolamento e passei a dividir um quarto. Os remédios muito fortes me mantinham mais adormecida que acordada, contando com cuidados de um otorrino e um neurologista. Já estava acostumada a essa situação, dormir, açordar, remédios e dormir novamente. Quando completou 15 dias ali naquele hospital, eu acordei pela manhã, e perguntei a mulher que dividia o quarto, que dia era, ela respondeu: “Hoje é domingo” Parei e perguntei o dia do mês, lembrava que era novembro, e ela me disse, nisso eu lembrei que exatamente naquele dia os jovens da minha igreja estariam na cidade de Piratuba em um congresso de jovens, onde eu deveria estar, se não estivesse doente. Eu fechei meu olhos e pela primeira vez desde que entrei nos hospitais, eu orei a Deus. Como Neemias, eu orei ao Deus dos céus. Neemias 2:4. Falei ao Senhor: “Meu Deus, hoje eu deveria estar em Piratuba, os jovens estão lá, e eu Senhor estou aqui, nesse hospital, com o rosto desfigurado, dopada de remédios.” Fiz essas oração e dormi novamente. Eram nove e meia da manha aproximadamente. Quando acordei perto do horário do almoço, e sentei na cama, a mulher no quarto se pôs a gritar e dizer: “Corre! Corre ao banheiro e olhe no espelho! Veja teu rosto!” Quando cheguei ao banheiro e olhei no espelho, qual minha surpresa , meu rosto estava normal, perfeito, olhos e boca nos seus devidos lugares!!! Eu pensei: “Foi Deus”! O que eu não sabia que, como nosso Deus é onisciente e onipresente, após eu ter orado no leito de um hospital, Deus se manifestou lá em Piratuba, e falou ao coração do meu Pastor e do meu Líder. Já em memorian, o saudoso Pb Domingos Pelegrini, após os jovens louvarem ao Senhor, ele disse: “Muito lindo ver essa mocidade reunida louvando a Deus, mas, sinto falta de alguém, um dos componentes do conjunto, a Vera ela está lá no hospital, no leito de dor. Nós vamos orar e Deus vai alcançá-la.” Ele chamou todos os jovens que estavam no congresso, e fizeram uma corrente e oraram por mim. Após a oração, meu pastor disse: “Deus já visitou a Vera no hospital. “ E para honra e glória do Senhor Jesus, ele, o médico dos médicos me visitou e operou uma cirurgia no meu rosto, sem anestesia e sem marcas. Quando os médicos vieram me ver no outro dia se espantaram. Passado dois dias, recebi a visita do meu pai, do meu pastor e da irmã Joceli, qual considero minha segunda mãe, meu pastor tinha certeza que Deus já tinha realizado o milagre. Enquanto eles estavam ali, entram no quartos duas irmãs que estava em visita aos quartos, e Deus usou uma delas para falar comigo, confirmando os projetos de Deus em minha vida e que ele tinha me livrado da morte, e grandes eram os planos dele comigo e do ministério que ele tinha na minha vida, por onde eu passasse, deveria sempre contar o milagre que ELE, tinha realizado. Ele livrou minha vida do laço da morte. Após ser liberado do hospital, fiz exames neurológicos pois os médicos tinham certeza que ficaria com seqüelas, após o otorrino examinar meu ouvido esquerdo por várias vezes, ele disse: “Olha, a Vera deveria ter ficado apenas com 10% de audição nesse ouvido, devido ao estado e dano que o vírus fez, mas o ouvido dela está perfeito.” Meu pai respondeu a ele: “Sim doutor está perfeito, Deus curou, ele é médico dos médicos.” Ele ainda disse: “Olha, essa paralisia deve voltar de seis em seis meses, o vírus fica incubado.” É difícil a medicina admitir que nosso Deus quando opera não deixa seqüelas. E para honra e glória do nome do meu Jesus, no mês de novembro de 2009, fez 16 anos, e nunca mais tive paralisia facial, nem sintoma algum no ouvido esquerdo e muito menos seqüelas da meningite. Deus me deu nova vida, e desde aquele dia, até hoje, ele tem sido meu mestre e guia. Tenho andado por um longo caminho, as vezes dolorido, encontrando espinhos e pedras, porém, certa que a vitória é minha, eu sei em quem tenho crido. Ele é fiel para cumprir todas as promessas feitas a mim!! Meu sonho em pregar a sua palavra pelo mundo a fora, escrever o livro: “Desertos em minha Vida” ainda se tornará realidade. Pois, eu que estava beira a morte, dopada de remédios, destinada a ter o rosto desfigurado de seis em seis meses, ter 10% de audição no ouvido esquerdo, e hoje, meu rosto é perfeito, minha audição normal, graças ao Milagre Divino. Sei que as demais coisas para ele é como o nada, tudo ele pode fazer. Ele, o Deus dos impossíveis, o Jeová Jiré, pode fazer meus se tornarem realidade, no próximo amanhecer!!!!

Vera Lúcia ( abril de 2010)

6 comentários:

  1. oi amiga, passei aqui pra te dizer que tu nunca deve te calar do que DEUS ja fez na tua vida, esse testemunho edifica a fé, e move os corações, nunca deixe o inimogo te calar com empencilhos que ele põe em tue caminho, mas fça deles degraus de um altar de adoração e louvor ao NOSSO DEUS....

    ResponderExcluir
  2. A paz irmã, um testemunho muito lindo, realmente Deus é o Senhor de grandes milagres, parabéns pelo blog, uma bênção. Fique na paz

    ResponderExcluir
  3. A PAZ DO CRISTÃO CAMINHEIRO COM CRISTO É O FRUTO DE VIVER EM SUA NOVA NATUREA... VC TEM A LUZ MEDIANTE SEU ENVOLVIMENTOS CRIATIVO E VERDADEIRO DE VIVER SUA RELIGIOSIDADE.

    OBRIGADO POR TER CONHECIDO E DEIXADO EXISTIR EM VOCÊ A NOVA NATUREZA JESUS CRISTO.

    DOA GLORIA A DEUS POR SUA VIDA.

    ResponderExcluir
  4. errata1...
    diz-se: seus envolvimentos...
    errata2...
    dou glória a Deus por sua vida.

    ResponderExcluir
  5. Que testemunho maravilhoso. Então amiga não importa as lutas, as desilusões, a solidão, fique firme, o Senhor é contigo. As suas promissas na sua vida são realidades. Abraços!

    ResponderExcluir
  6. Sim, as promessas do Senhor permanecem vivas no meu coração e como diz em Romanos,nada me separará do amor de Cristo!! Toda honra e glórias ao Senhor Jesus!!

    ResponderExcluir