sábado, 25 de dezembro de 2010

Feliz 2011!!!

Mais uma ano que chega ao fim.... e um novo ano está batendo em nossas portas, nossas esperanças, novas expectativas. Novos horizontes. Ano velho ou ano novo, cada dia vivido valerá a pena, desde que a presença do nosso Deus esteja conosco. Podemos perder tudo na vida, menos a presença do nosso Deus. Costumamos fazer uma retrospectiva do ano que se finda, também fiz a minha, e tudo o que posso dizer é que até aqui me ajudou o Senhor! Grandes coisas fez o Senhor por mim, por isso estou alegre! A cada dia do ano de 2010, senti a mão amorosa do meu pai celeste me guiando, me encaminhando para o centro da sua vontade. Sonhos a tantos anos enterrados, ele fez reviver em meu coração. Dias de tristezas, decepções, angústias, mas dias que me aproximaram mais do meu mestre, em todos eles senti sua presença, seu consolo, seu incentivo. Muitos dias no ano de 2010, ouvia a voz amiga de Jesus me dizer: "Não pare, lute, sou contigo!" e a certeza que não estava só, que a solidão que batia em minha porta, era nada menos que uma enviada para me afastar do meu mestre, para que eu desistisse de estar aos seus pés buscando direção e o consolo. Sou grata ao meu Deus pelo providência vista pelos meus olhos em cada dia do ano que se finda. Promessas que estão se cumprindo, lágrimas sendo enxugadas e a certeza que a fidelidade de Deus é maior muito maior do que imaginava. Ele sim é meu melhor amigo, que em todas as situações me entende e me incentiva a vencer. Obrigada Deus! Certa estou que em 2011, sua fidelidade será ainda maior, pois as misericórdias do Senhor, são a causa de não sermos consumidos. O melhor de Deus ainda está por vir!!
Feliz 2011 a todos que acreditaram nesse blog, que tem lido e passado por aqui!! Deus vos abençõe!!! Feliz ano novo!!!

Vera Lucia 25/12/2010

terça-feira, 26 de outubro de 2010

Deus socorro presente!!

Sonhos vão, sonhos vem! Cada dia que passa, certa estou que os sonhos de Deus se cumprirão! Deus nos conhece bem e do seu olhar de amor não foge nenhuma de nossas atitudes. Quantos momentos e circunstâncias de adversidades que nos sobrevém, e o primeiro pensamento é : " Deus não nos vê e não nos ouve ". Por diversos momentos eu falei: " Senhor, não aguento mais! Me ajude!" Horas de solidão e angústias que pensei não suportar. Horas de dor, nada e ninguém poderia me ajudar, a não ser a mão do todo poderoso. Lágrimas e lágrimas rolam madrugadas a dentro, tendo o consolo que Jesus amigo fiel nunca nos abandona e como escreveu o salmista: " O choro dura uma noite, mas a alegria vem ao amanhecer". E quando pensei que meu mestre amado, não mais me ouvia, ele fala comigo, consolando-me, animando-me e dizendo: " Estou vendo, estou ouvindo, vou te socorrer! Só mais um pouquinho! A vitória virá, baterá em sua porta! Prepararei uma mesa diante seus inimigos! Sou contigo! " Lágrimas de felicidade caem, pois o Senhor, o Rei dos Reis, o amado da minha alma, virá em meu socorro! Nele esperarei, minha alma louvará o seu nome para todo sempre!! Viverei os sonhos de Deus!

Vera Lucia 25/10/20010

quinta-feira, 21 de outubro de 2010

Dependente de Deus

" Entrega teu caminho ao Senhor..." Salmos 37:5
O processo de entrega não é muito animador. Nosso ego sempre quer o domínio da situação. É fácil orar e dizer: " Deus entrego tudo a ti!" Mas logo na primeira esquina nos deparamos com situações e já esquecemos da oração. Entregar a Deus e esperar Ele prosperar nosso caminho nos torna dependente exclusivamente DEle. Não é do nosso jeito e muito menos da nossa maneira. Deus é superior aos nossos pensamentos. Temos aprendido ao caminhar pelos desertos da vida que nem tudo o que queremos nos convém, assim como disse o apóstolo Paulo. Sempre gostei de ter o domínio, como sair em viagem com um roteiro nas mãos, com os horários todos determinado, uma possível pane no caminho ou um atraso não é tolerado e nem aceitável. Porém, na rodovia de Jeová, as viagens são sempre no comando Dele e não segundo nosso roteiro. Sonhar os sonhos de Deus significa viver segundo seus propósitos, sonhar segundo seus sonhos é depender da sua mão em todos os momentos. Em cada manhã, dizermos: " Deus eu dependo de Ti" Após o almoço: " Deus eu dependo de Ti", ao anoitecer " Deus eu dependo de Ti" . A cada dia eu oro como Jabez: " Me abençoe, alargues minhas fronteiras, esteja tua mão comigo, preserves-me do mal de tal maneira que não me sobreevenha aflição" E continuo a caminhar os passos pelos rodovia da entrega, da dependência, e certa que conquistarei Canaã. A cada momento mais dependente do meu Deus!
Vera Lucia 22/10/2010

quinta-feira, 7 de outubro de 2010

Como vencer a depressão?

É comum ouvirmos falar em depressão nos dias atuais. É a doença do momento. E quanto a nós servos do Senhor, podemos ficar depressivos? É muito fácil deixar que a depressão tome conta do nosso ser, e nos cegue para a primazia da palavra de Deus, nos fazendo de surdos a voz do Espiríto Santo. Sim, é possível que um servo do Senhor entre em depressão. Nosso inimigo é astuto e joga suas setas para atacar justamente nosso ponto fraco, onde mais dói. O profeta Elias após o sucesso no Monte Carmelo entrou em depressão. Nesses momentos de fragilidade espiritual, precisamos mais do nunca do socorro divino, como disse o salmista: " De onde me virá o socorro? O meu socorro vem do Senhor" O ser humano é especialista em julgamentos em métodos, já Jesus, nosso amigo fiel, ele nos entende em todos os momentos. Nunca nos rejeita, " um coração contrito não desprezarás óh Deus" Somente em Jesus alcançamos o antídoto para as depressões que nos perseguem diariamente. Somos humanos, somos limitados. Ninguém está livre de uma crise existencial. O profeta Jonas após pregar para a cidade de Nínive, vendo que Deus os perdoara, se deprimiu, Deus perguntou: " É razoável isso?" Todos os dias de nossas vidas temos necessidade de estarmos em oração, adoração a Deus e firmados na palavra do nosso Deus. Somente assim seremos vitoriosos, assim venceremos os ataques malignos e obteremos forças para prosseguir o caminho rumo a conquista dos sonhos de Deus para nossas vidas!

Vera Lúcia 07/10/2010

segunda-feira, 4 de outubro de 2010

Dias longos

Tem dias que parecem intermináveis, as horas não passam, nada de novo acontece, tudo parece perdido. Ao erguer os olhos a frente, deparo-me com o mar, o mar das dificuldades, das impossibilidades, da dor, da incompreensão. A dúvida é a primeira a bater na porta, seguida do medo. E bem alto ouço uma voz dizendo:" Você não vai conseguir! Desista!" Realmente a vontade de desistir é imensa, mas os sonhos de Deus dentro do meu coração, as promessas de vitória, me movem a andar, mesmo em meio as dores. Tenho vencido várias etapas, obstáculos que aparecem a cada manhã. Somente com a graça e a misericórdia divina conseguimos vencer os dias longos, os dias intermináveis vividos na jornada da vida. È nesses dias que precisamos parar tudo e ouvir a voz do nosso Deus. O que ele está tentando nos dizer através dos acontecimentos? Certo é que, nosso Deus não nos abandona, mas ele usa os acontecimentos para se revelar a nós, para que o ser humano admita a dependência do seu criador. Sempre fui independente na minha vida, desde cedo tive que lutar pela vida. Conquistei grandes coisas, porém em tudo o que vivi, hoje posso admitir que faltou-me a dependência de Deus. Por isso, hoje estou na escola de Jeová, no seu aprendizado. Aprendendo a conhecê-lo verdadeiramente. Não ser somente crente, membro de uma denominação, pregar a palavra, ter conhecimento. Não! Hoje estou aprendendo a conhecer a Deus! Depender de Deus! Viver, não segundo a minha vontade, mas sim, segundo a soberana vontade de Deus! São nos dias longos e intermináveis que sinto mais forte esse aprendizado. Quando gostaria de resolver por conta própria. Subir ao último degrau, dar uma mãozinha para Jeová. Não posso! Cheguei até aqui, não posso retroceder! Não posso desobedecer. É onde estou, é no deserto que verei o impossível, o agir da mão de Deus. Após um dia longo e interminável, vem a noite e após a noite o raiar de um dia lindo, com o brilho do sol e os raios de esperança inundam minha alma. Sim! O amanhecer aos pés de Jesus e o amanhecer no centro de sua vontade é o melhor lugar! É o lugar da vitória!!!

Vera Lúcia 05/10/2010

sexta-feira, 1 de outubro de 2010

As circunstâncias da vida

A vida seria bem mais prática e fácil se pudéssemos determinar os acontecimentos. Mas, por inúmeras vez, os acontecimentos, as chamadas circunstâncias, nos pregam peças. Como se diz: "Ironias do destino" e como reagir? Eu digo que, as circunstâncias da vida podem nos mover em busca do impossível, e também podem nos derrubar para sempre. Depende da ótica que vemos cada uma delas. A vida cristã, não pode ser determinada, não podemos decretar e nem decidir como será o "Amanhã", nosso Deus usa as circunstâncias para nos aproximar dele. O ser humano por si próprio é auto confiante e ama a independência, a superioridade e assim se torna egoísta. Um coração egoísta acaba se fechando para ouvir a voz do Criador. Por muitos e muitos dias tive minha vida programada, digamos que semi-programada. Até que um dia Jeová olhou-me e disse: "e agora?" Gritar, chorar, falar, não resolveria. Isaías nos disse que contender com o Criador é perda de tempo, então a melhor fórmula é nos jogarmos aos pés do mestre Jesus e ouvir sua voz, deixar que sua mão nos guie em meio as circunstâncias. Perguntar todas as manhãs: "e agora? Qual o próximo passo? " Muitas vezes a resposta do Senhor seja: " humilha-te, renuncie" Mas Ele também nos diz: "a obediência procede a benção". Sim, as circunstâncias da vida nos move para perto de Deus, e se ouvirmos sua voz e obedecermos, chegaremos ao final, a vitória total! O centro da sua vontade! O centro da vontade de Deus nos torna vitoriosos!! Os sonhos com a benção pleno do nosso Deus, serão concretizados, pois, " não há impossível para Ele". "Tudo posso em Cristo que me fortalece." Filipenses 4: 13

Vera Lucia 01/10/2010

quarta-feira, 29 de setembro de 2010

Melhor o Fim do que o Ínicio!

"Melhor o fim das coisas do que o princípio delas" Ecl 7:8
O sábio Salomão escreveu essas palavras e muitas das vezes elas nos servem de consolo nos momentos de angústias, nos momentos que a prova é árdua. Mas como é difícel aplicarmos essas palavras em nossas vidas. O fim... em muitas vezes ele é um caminho a ser percorrido, caminho longo e muito árduo. O desejo de nossa alma é pular logo para o final, não enfrentarmos o meio da história. Mas é o meio da história que nos tornará a pessoa que Deus projetou que fossemos, é o meio da história que molda nosso caráter, nos faz conquistadores e nos move em busca dos sonhos de Deus para nossas vidas!! Muitos dias eu anseio pular logo para o final, chegar mais próximo dos degraus finais. Mas quanto ironia... Preciso passar pelo meio, preciso aprender o que falta a ser aprendido. Assim como Moisés precisou passar pelo deserto para estar aptos a libertar o povo de Israel do Egito, eu e você precisamos passar pelo deserto, passar pelo meio da história e chegar logo ao final, ao pódio da nossa vitória. E ter a certeza que quem nos dirigiu a esse caminho foi nosso Deus Jeová!!! Ele é fiel!! E sua promessas são fieis e verdadeiras, cabendo a nós nos encaixarmos em seus projetos e aceitarmos seus propósitos em nossas vidas!! Vale a pena enfrentarmos os espinhos no caminho e encontrarmos as rosas escondidas e chegar ao fim!

Vera Lúcia 29/09/2010

quinta-feira, 12 de agosto de 2010

Haverá paz no Vale...

Quando o sono foge, os ponteiros do relógio não param, e os minutos passam, a madrugada segue marchando rumo ao amanhecer de mais um dia. O que fazer? Chorar? Lamentar? Lembrar o passado? Não! Nesses momentos, lanço-me aos pés do mestre Jesus, ele entende e sabe de todos os momentos da minha vida. Todos os acontecimentos estão diante de seus olhos. As lágrimas caem aos pés do mestre. Diante dele, abro a alma e o coração. Conto a ele como está sendo difícil esperar, como está difícil o caminhar, a solidão sempre a espreita para me abater. A angústia muitas vezes me rodeia, o adversário da minha alma, quer acabar com minha fé. Conto a Jesus, meu amigo fiel, todos meus dilemas, sei que ele não me julgará. E derepente sinto a paz invadir meu coração, o balsámo de Gileade invadindo minha alma, o doce Espiríto Santo consolando minha alma. Sei que não estou sozinha, não perecerei no caminho, vencerei! Meu olhos verão as vitórias que meu Deus tem preparado para minha vida. Quando os primeiros raios de sol surgem, posso cantar: "Haverá paz no vale eu sei!!" Todas as promessas feitas pelo meu Deus se cumprirão em minha vida! pois, "o choro dura uma noite, mas a alegria virá ao amanhecer'...


Vera Lúcia (12/08/2010)

quinta-feira, 22 de julho de 2010

Ultrapassando os limites da dor!

Dor... Ninguém gosta de sentir dor. Eu mesma nunca suportei sentir dor. Dores de cabeça, enxaqueca sempre me deixavam fora de si. E muitas vezes aquilo que nos é insuportável, o que mais tememos nos bate à porta e nos diz: "Aqui estou e vou ficar" Pois é, há um ano a dor física bateu em minha porta e tem sido companhia aos meus dias. Em julho do ano passado passei por crises de bulcite e sindrome de piriforme terríveis na minha perna direita, longo período de tratamento e praticamente sem andar direito. Noites em claro com dores. Hoje, as crises não possuem a mesma intensidade, já nào vivo a base de analgésicos e nem exercícios. Mas a dor está sempre presente. Tenho aprendido muito com ela. Estou aprendendo a ultrapassar os limites da dor. Várias manhãs ela me diz bom dia antes de sair da cama. Ela muitas vezes quer me fazer deprimir ou então perder o foco, dos meus objetivos. Ela quase me venceu. Porém, meu Deus tem me dado forças para ser superior a dor da síndrome de piriforme. Mesmo com dor tenho andado, morros acima, louvando e glorificando aquele que vive e reina para todo sempre. Ao meu Jesus que enfrentou dores superiores ao ser crucificado na cruz, pregos ultrapassando sua carne. Tudo isso por me amar e para hoje eu sentir a paz e alegria da salvação. Sim, em nome de Jesus ultrapassarei os limites da dor, atravessarei o jordão e chegarei a Canaã prometida. Meus Deus é fie, ele é Deus de cura, se até hoje não curou minha perna, pois, Ele me livrou da morte, e várias vezes curou-me, se ainda não aprouve curar minha perna, Ele sabe o motivo. Por certo, faz parte do meu aprendizado no deserto que vivo, aprendendo a depender Dele até mesmo para andar, subir um morro, ou descer uma escada. A dor não mais tira minha paz, e nem perturba meu sono. Eu canto: "Haverá paz no vale, eu sei...."

sexta-feira, 16 de julho de 2010

Inverno em Minha Vida

Tenho vivido dias de grande aprendizado, os meses de inverno sempre foram significativos em minha vida. Esses não são diferentes. Com o desenrolar dos acontecimentos, as batalhas diárias, as vezes esquecemos os milagres que Deus realizou em desertos já vividos. Hoje pela manhã o Espiríto Santo me fez lembrar das experiências obtidas no ano de 2006, em meses de inverno. Quero compartilhar com vocês. Nessa época eu gerenciava uma empresa gráfica, meu ramo de trabalho, e deparei-me com uma grande estafa. Somos humanos e teve momentos que quase esqueci desse detalhe. Grandes responsabilidades no trabalho, mas a vida particular e as atividades exercidas na igreja, tomavam o meu dia. Eu não tinha tempo para descansar, aproveitava o horário de almoço para bancos, enfim, o cansaço físico e mental foi tomando conta do meu corpo. Desencadeou-se com a saída de uma funcionária depois de grandes desgastes emocionais, e ainda ela tornou-se minha concorrente direta. Juntando com meu problemas particulares, fui perdendo as forças. Mesmo cansada continuava. Até o dia que ao acordar tudo girou e mal consegui ficar em pé, e ao chegar ao médico ele disse: "Menina quer morrer, continue". Estava com uma crise aguda de labirintite e com os sistema nervoso desgastado. Fugiu do meu controle e tudo desabou, deixei de lutar e me rendi a labirintite. O mundo desabou ao meu redor, as finanças viraram um caos, o opoio que esperei receber daqueles que amava não veio, e vivi um dos invernos mais terríveis da minha vida. Foram meses de angústia, tonturas e solidão. Por tudo o que eu mais tinha lutado e conquistado, parecia sem graça, sem cor. Resolvi ir embora da cidade, pedi a conta da empresa, passava meus dias sobrevivendo. Os dias passaram... Recebi um telefonema de uma ex-funcionária, a competência em pessoa, me dizendo estar voltando da Holanda e queria trabalhar novamente na gráfica. Em outros dias eu pularia de alegria e diria: "Deus ouviu minhas orações", mas nesse dia eu disse: " Que bom, seja bem vinda". Até esse momento eu vivia em um emaranhado de dúvidas, sem forças para lutar. Sem procurar a direção divina para esses momentos eu havia decidido fugir. Abandonar a empresa que estava mal de vendas, não lutar na concorrência comercial, não enfrentar os problemas familiares e financeiros. Grandes mágoas formavam feridas que sangravam a todo instante. Mas nosso Deus não nos perde em nenhum momento, ele está ali presente, vendo nosso agir. Ele usa de multiformas para falar conosco, para nos dar direção. Os dias para a mudança de cidade se aproximava, já havia comunicado ao meu pastor e ele ainda me disse: "Você tem certeza?" respondi: "Tenho" ele me disse:" Mesmo sem concordar eu abençoo, farás falta". Alguns anos de trabalho e reconhecimento conquistado junto a esse homem de Deus e aos demais membros da Assembléia de Deus de Guaratuba-PR, nessa hora, não me comoviam. Nos últimos dias de agosto, me aprontava pra ir ao Círculo de Oração, qual eu era a segunda dirigente, alguém bateu na porta, ao abri-la vi a moça que chegara da Holanda e ela impulsivamente e alegremente me abraçou. Esse abraço mudou o rumo das minhas decisões. Um abraço como outro qualquer, mas um abraço que penetrou minha alma. Eu sentia o abraço de Deus. Era como se Deus estivesse ali, presente naquele abraço. Não sei transmitir em palavras o que senti naquele momento, mas uma coisa eu tinha certeza, não era da vontade do Senhor que eu fosse embora daquela cidade. No caminho para a igreja, falei a minha amiga e companheira de oração: "Não vou mais embora" ela perguntou-me o que iria fazer. Ainda não tinha certeza de como agir, o que eu sabia que tinha que lutar, não podia fugir, me entregar de vez a labirintite. Pedi ajuda a minha amiga, e comecei a orar, somente Deus podia me ajudar, me dar um escape, uma rota de ação. Somente o Deus de cura poderia me curar da labirintite. Começamos uma campanha de oração e todas as manhãs íamos orar, muitas vezes fui me arrastando, tontinha como se diz. E aos poucos fui sentindo as forças revigoradas, a tontura foi indo embora e fui deixando os remédios de lados. Reassumi minha posição na empresa, mas o que fazer e como fazer para aumentar as vendas, recuperar o tempo perdido, os meses de inverno frio e cinza. Todos os dias eu orava: "Senhor, preciso de um milagre" preciso, preciso, faz um milagre. Uma manhã dirigindo e orando a Deus ouvia a voz do Espiríto Santo me dizer:"Lembra de Moisés?Quando estava diante do mar, o que ele tinha na mão" essas palavras ecoaram na mente até a gráfica, e lá diante da minha mesa de trabalho, eu pensava e perguntava: "Deus o que tenho na mão que pode representar ou ainda vir a ser meu milagre, o quê?"Nisso olhei para o lixeiro e vi um folder impresso pelo concorrente e pronto! Entendi o que Deus estava me dizendo. Eu tinha a Gráfica!!! Esse seria o canal para meu milagre!! Se os concorrentes podiam eu também poderia ir em busca de clientes , de vendas. Senti ânimo e orei pedindo estratégias. E apartir daquele momento senti a mão de Deus presente em cada movimento, cada passo. Fui a luta, para a rua, vender. E a cada dia eu via Deus agir, os clientes sendo reconquistados, outros novos vindos. E o milagre financeiro que tanto pedi, veio atráves do meu trabalho, era o pouco de azeite que eu tinha em casa. E a labirintite? Foi-se embora, e nunca mais tive crises. Foi um longo inverno, mas quando chegou a primavera, pude sentir o perfume das flores, ver o brilho do sol. Aprendi aos pés do mestre, em oração, que somente com a presença do nosso Deus, sentindo seu abraço, é que pude vencer mais um inverno em minha vida!!!

Vera Lúcia 16/06/2010

quarta-feira, 14 de julho de 2010

O valor de uma palavra

Palavras vão, palavras vem... Lembro-me de uma história que ouvi nos primeiros anos na escola, de uma certa mulher que andava com um saco de penas e quando viu as penas estavam voando pelos ares. Por mais que a mulher corresse, jamais as pegaria de novo. Era uma ilustração referente as palavras, pois, depois que as pronunciarmos, elas não mais voltarão. E o efeito para qual foram destinadas já foi obtido. Um palavra tem muito valor. Uma palavra mata mas também dá vida. Uma palavra de confiança, de apoio, muitas vezes vale mais que uma barra de ouro. Em meio aos desertos de minha vida, aprendi a dar valor as palavras. Muitas vezes as palavras me derrubaram. Certa vez, ouvi de alguém por quem tinha grande apreço, palavras que me derrubaram, foram um abalo em minha vida espiritual. Da mesma forma, ouvi palavras que me encorajaram a andar mais um pouco, palavras que me deram esperanças. Muitas manhã eu esperei ouvir palavras de ânimo e não as tive, palavras de incentivo, e elas não vieram. Prossegui, elas me fizeram falta, mas prossegui. Quem não viveu um dia na vida por mais feliz que parecesse, e derepente uma palavra ouvida foi com um balde de água fria? Todos já passamos por dias assim. Esperei ouvir palavras de reconhecimento por aqueles que amava e os tinha por perto, não as recebi. Prossegui... As palavras de Isaias 49:15, "Pode uma mãe esquecer do filho que cria, eu todavia não me esquecerei de ti" sempre estiveram em meu coracão. Deus, meu Senhor e guia, sempre teria uma palavra de conforto e dê animo. Somos humanos, esperamos ouvir daqueles que nos rodeam palavras amáveis. Nem sempre as teremos. O que posso dizer é que nos dias mais desérticos que vivi, as palavras que precisa ouvir vieram de onde nào imaginei, palavras como: "Eu acredito em você" "Você vai conseguir" "Sei que Deus tem um ministério em sua vida, ele vai te usar" fizeram muita diferença. Palavras de encorajamento, são manás no deserto. Hoje dou valor a um simples: BOM DIA! Porque esse bom dia, pode ser a diferença ao meu dia e sempre que posso passo dizendo bom dia aos meus amigos. Precisamos fazer aos outros aquilos que queremos que os outros façam á nós. Hoje, algumas palavras fizeram diferença ao meu dia, a minha vida! Desejo que as palavras contidas nesse blog, possam fazer muita diferença nas vidas que por aqui passarem. A palavra do nosso Deus nunca volta vazia, ela sempre faz o que lhe apraz!

Vera Lúcia 14/07/2010

terça-feira, 13 de julho de 2010

Sou Contigo

"Não te mandei eu? Esforça-te eu te ajudarei"Josué 1:9
A primeira vez que ouvi essas palavras marcou meu coração. Quando passei a ler e meditar na história de Josué, homem que esteve ao lado de Moisés, que aprendeu no deserto, pude entender bem o sentido dessas palavras. Diante de Josué o comando do povo de Israel, Povo de murmuração e obstinado. Povo que viram com seus próprios olhos os milagres do deserto e mesmo assim fizeram com que Moisés experiente em desertos não entrasse na Canaã. Por certo, Josué pensou: "E agora? É muito grande a responsabilidade, não vou sonseguir". Nessa hora ele ouviu a voz de Jeová: "Sou contigo, esforça-te" Sei que essas palavras fortaleceram o coração e renovaram suas forças, impulsionaram a Josué para caminhar em busca das conquistas, da terra prometida. Ao acordar nessa manhã falei ao meu Deus: "Hoje tenho uma batalha a vencer". Acordei decidida a vencer. Foi fácil? Nem um pouco. Logo na esquina tinha um gigante me esperando. Quase recuei, quase desmoronei. Quase desisti. Nessa hora lembrei de Josué, das palavras de Deus: "Esforça-te..." Sim, vou me esforçar e Deus fará o que para mim é impossível. Diante dos meus olhos as barreiras, mas sei meu Deus é bem maior que todas elas. Mesmo com o coração dilacerado, sentindo a solidão batendo na porta, mas eu falei a mim mesma: "Vou vencer". Nisso recebo um grito de socorro vindo de uma pessoa muito querida, mais que uma irmã, ela me disse : "Amiga ! Me socorre!" Nessa hora eu pensei: "Eu também preciso!! " E, mais uma vez as palavras de Deus à Josué ecoaram em meus ouvidos: "Esforça-te.." E disse a ela: "Amiga, esforça-te, vais vencer!" Entendi mais uma vez o que Josué sentiu diante as muralhas de Jericó. Ele também se sentiu só e impotente, mas a ordem divina: "Marchem! Toquem as buzinas" o fez um líder nato e seus olhos viram as muralhas vindo ao chão. Tem momentos que vivemos quais somente Jeová entende. Ele nos conhece bem. Isso me alegra e me impulsiona a querer vencer. Cada obstáculo, lembro das muralhas de Jericó. E em cada pedra ao caminhar, eu posso ouvir a voz do meu Deus: "Sou contigo" e sabendo que o melhor amigo está comigo, que mesmo que ninguém escute meu lamento, ele, ele sim entende, posso caminhar e lutar. E em nome de Jesus ser mais que vencedora. Ser guerreiro, ser aprovado, não é obter sempre vitórias imediatas. É sim, lutar, não desistir.Um dia desses um amigo querido me disse: "Cadê a mulher guerreira que conheci?" Eu respondi: "Não sei onde está, quando a encontrar me avise". Deus entende esses momentos. Elias correu e se escondeu na caverna, e ouviu seu Deus dizer: "Saia Elias, tem que andar". E nos momentos que sentimos as mãos fracas, os joelhos cansados, é nessa hora que o mestre amado, nos fortalece e nos diz : "SOU CONTIGO" ! Tendo a companhia de Jesus, vencemos tudo, vencemos o dia a dia, vencemos a solidão, a incompreensão... E logo, logo, veremos que o melhor estava conosco, não estamos sós quando temos o Senhor dos Exércitos, o Grande Eu Sou ao nosso lado. Sua voz ecoará a cada minuto do meu dia: "SOU CONTIGO, como fui com Josué!"

Vera Lúcia 13/07/2010


segunda-feira, 12 de julho de 2010

O caminho da renúncia, lutar e vencer!

"Um dia após o outro andando e carregando a cruz..." Cantei muitas e muitas vezes esse louvor. Julgava saber exatamente o que estava cantando. Ouvi diversas pregações onde o tema baseava-se nas palavras de Jesus:"Tome sua cruz, negue-se a si mesmo e siga-me". Palavras e palavras! Negar a si mesmo? Carregar a cruz? Parece simples e fácil. A prática é outra história. Negar-se a si mesmo, não tão fácil como parece. É dizer não a você mesmo, dizer não aos desejos e vontades e viver os caminhos que Deus tem para a nossa vida. Não os meus caminhos, não os meus sonhos, não os meus projetos. Renunciar ao egoísmo e ao orgulho. Não quero, não posso e não vou, são extintos no vocabulário da soberana vontade de Deus. É muita fácil dizermos: "Eis-me aqui Senhor", mas obedecermos a voz divina, é em primeiro lugar negar-mos a nós mesmo. Hoje entendo porque Deus encaminhou o povo de Israel ao deserto. Entendo como foi fácil para muitos deles murmurar e não entrar na Canaã. Sim, é muito mais fácil querer voltar ao Egito, ser escravo, lembrar dos melões e melancias, do que prosseguir em frente. Tem jordão para atravessar, tem gigantes a vencer, tem caminho a percorrer. E mais que tudo, obedecer. O caminho da obediência, o caminho da dependência, do maná diário as vezes é doloroso. "Esperei com paciência no Senhor"Salmos 40:1, é mesmo uma vitória conseguir fazer das palavras do salmista as nossas. Negar a mim mesma, é um processo diário. Muitos momentos me jogo aos pés do mestre Jesus, pois sei que ele me entende bem, ele sabe o quanto está sendo difícel vencer a minha vontade, o meu Eu grita toda manhã, mas ao fim do dia, com a graça divina, posso dizer: "Venci mais um dia"Posso perder tudo na vida menos a presença de Deus. Não mais voltar ao Egito. Não posso voltar, preciso prosseguir. Com a graça divina, vencerei. Vencendo um dia após o outro, carregando a cruz, em meio aos desertos da vida e a cada amanhecer, aprendendo mais e mais com Jesus. Um dia chegarei em Canaã e terei a certeza de ter vencido a mim mesma, o meu maior gigante. E poderei cantar: "Posso voar livremente para onde eu quiser" As feridas já foram curadas, elas não mais existirão. O processo de cura é doloroso sim, a renúncia faz parte dele. Mas não perco a visão dos projetos de Deus a tantos atrasados em minha vida. Sim, viverei os projetos de Deus! Lutarei e Vencerei! Como diz um amigo: "Lutar sempre, desistir Jamais" O caminho da obediência a Deus, é o melhor caminho! Todos os momentos descendo morro ou subindo morros eu oro: "Senhor quero estar no centro da tua vontade. Quero ser aprovada. Quero vencer" Vale a pena a renúncia, a morte da minha vontade. Pois, o caminhar no deserto tendo ao Senhor como protetor, o maná todos os dias, me levará ao destino sonhado. E um dia cantarei: "Eu tenho a vitória, a vitória eu sei ela é minha, eu já tomei posse, declarei ela minha"....

Vera Lúcia 12/07/2010

domingo, 11 de julho de 2010

Minhas reflexões...

Refletir as vezes faz bem. Se faz necessário parar alguns minutos e refletir, erros, acertos, conquistas, perdas... Sim, eu e você precisamos parar por instantes e pensar um pouco em nossas vidas, nossos objetivos. Claro que não iremos parar nas indagações: "Ser ou não ser" pois sabemos quem somos, e para quê estamos aqui. Em momentos assim.... viajo nos dias meus, olho, por onde andei, os livramentos que meu Deus me deu. As tristezas, as decepções, frustações... Também olho e vejo que houve momentos alegres, momentos felizes. Amigos verdadeiros encontrados no caminhar, verdadeiras pérolas, jóias raras, presentes direto do céu em minha vida. Orações respondidas, vitórias alcançadas, momentos que me levaram para mais perto de Deus. Um dia resolvi sair do meu habitat e lancei-me ao desconhecido. Apenas a certeza de ter orado e recebido o aval de Jeová. Percorri kilômetros e kilômetros, um grande aprendizado alcançado. Mas se fez necessário voltar, regressar e curas as feridas. Pagar as dívidas com o passado. Bem mais prático é deixar as coisas mal resolvidas no fundo do baú, bem guardadas. Certamente... Nosso Deus como tudo sabe e tem compromisso com sua palavra, com as promessas feitas a mim e a você, ele nos faz retroceder, como um dia ouvi: "Deus está a tempos de olho em você" Ah Senhor meu!! Minha vida é programada, já conquistei meu espaço, tenho sonhos, meu ministério? Quero ele sim, mas vamos encaixá-lo nos meus projetos. Por muitas vezes falei isso ao meu Deus, quantas vezes chorei sozinha, madrugadas a dentro, não entendendo que era o brigar do meu Eu com o Espiríto Santo. Jeová sabe bem como agir, como nos pegar de jeito. E assim ele fez. Derepente dormi e acordei, no centro da sua vontade. Onde ele queria que eu estivesse a muito tempo. Abri os olhos e vi, quanto tempo perdido, quantas lágrimas a toa, quanto sofrimento poderia ter sido evitado se eu parasse se ouvir meu orgulho e ouvisse a voz de Deus. Renunciar não é um bom remédio, perdoar é dolorido, mas vale a pena. Eu que julagava ter andado por diversos desertos, ter aprendido tudo, estava apta... Doce ilusião... Meu deserto estava começando, o deserto que me leva bem pertinho de Deus. Dos dias passados, da glória e estatus obtido, só as lembranças. Por mais que me doa dizer: "Hoje Feliz!" Feliz? Alguém pode dizer: "Você está louca! Vive de sonhos!"Sim, hoje sou feliz, grandes foram as perdas nesse deserto, mas tenho encontrado riquezas nesse deserto. Tenho encontrado paz, sonhos verdadeiros, sonhos que nasceram no coração de Deus. Amigos queridos disposto a ouvir as queixas do deserto, nos dias que o sol está muito quente, a areia queima os pés. Mas eu tenho certeza que agora sim, estou no centro da vontade de Deus. Que existe esperança, que existe um futuro de restituiçoes à minha frente. Um dia a pós o outro estou a andar, sempre pedindo proteção divina, mas sei que chegarei a vitória completa. Onde poderei dizer: "Até aqui me ajudou o Senhor" Deus meu escudo e broquel! Minha rocha!!! E que "o choro dura uma noite mais a alegria vem ao amanhecer"Salmo 30:5

Vera Lúcia 11/07/2010

sexta-feira, 9 de julho de 2010

Um novo amanhecer ... aos pés do mestre...

"As misericódias do Senhor são a causa de não sermos consumidos... elas se renovão a cada manhã..."Lam. 3:22/23
O amanhecer é profundo. O salmista escreveu:"O choro pode durar uma noite, mas a alegria vem pela manhã"Salmos 30:5. Tenho visto acontecer na íntegra nos meus dias. Noites sem solução, onde tudo parece perdido, sem saída. O passado? Há como seria bem mais fácil se pudéssemos retroceder no tempo.... Não! O que me interessa é o futuro! Do passado, nem mais as lembranças! Mas sim o futuro, esse sim importa. E a certeza de ter Jeová Jiré como companheiro nesse futuro. Hoje, posso estar sozinha, ninguém para ouvir meu choro, meu lamento. Porém, sei que meu Deus tem um futuro de restituições, um futuro onde viverei não mais meus sonhos, mas sim os sonhos de Deus. A luta diária com o orgulho e o Eu interior é constante. Para alcançar os sonhos de Deus, a terra onde mana leite e mel, tem um caminho a ser seguido. Um caminho estreito. Mas, sei que valerá a pena. Quero continuar trilhando esse caminho!! Em momentos assim... como diz a música, as noites intermináveis, sim, olho ao redor, escuridão, silêncio. Mesmo pensando estar só, sei que não estou. Sinto a mão amiga daquele que deu sua vida por mim, ele me entende. Ele me conhece. Dobro meus joelhos e me derramo aos seus pés. Assim como Maria, me deixo ficar aos seus pés ouvindo sua voz suave a me dizer: "Estou aqui" Conto para ele como está sendo difícil caminhar, como dói a solidão da alma, a incapacidade aparente. Deixo as lágrimas rolar, eu sei que ele entende minha dor. Pode o mundo ao redor não entender, talvez nem os amigos mais chegados compreender, mas Jesus, ele entende! Ele também viveu momentos de angústia, mas não desistiu do destino proposto, que era o calvário. Ele entende meu lamento momentâneo. Diante dele posso desabar. Deixar a dor fluir e dizer que não posso, não estou conseguindo, e suplicar ajuda!! Pedir socorro!!! E derepente.. sinto a paz invadir minha alma, o coração sofrido, sente paz.. Ouço sua voz amiga dizer: "Deixo-voz a minha paz" Sim, meu mestre, tua graça me basta! Posso dormir em paz! E a certeza que o amanhã será um novo amanhecer! Novas a cada manhã as misericórdias do Senhor. Posso visualizar uma mesa no deserto!! O maná estará na porta no amanhecer.. Quando os raios do sol chegar, sentirei forças para caminhar e sorrir. Sei que meu mestre comigo está. Uma melodia antiga sempre encanta meus ouvidos: "Mestre o mar se revolta, as ondas me dão pavor, o céu se reveste de trevas, nào temos um salvador..." Sim, nesse momento o mestre se levanta no barco e ordena: "Aquieta-te mar, aquieta-te vento" e assim posso continuar, um passo de cada vez, um dia após o outro, visando a minha vitória. Um novo amanhecer....

Vera Lúcia 09/07/2010

quarta-feira, 7 de julho de 2010

O meio da história...

"Ninguém sabe o que você passou, quantas vezes sozinho você chorou..." Quando as pessoas nos olham diversos pensamentos passam em suas cabeças. Alguns de julgamentos, os tão famosos porquês, ou então, as famosas frases: "O que ele(a) fez de errado?"Como se é tão fácil deixarmos nos enganar pelas aparências, pelos simples olhar. Dizem que um olhar diz muito. Concordo plenamente!! Porém, quando nos olham, não sabem os momentos que passamos, as consequências vividas, o preço pago, as renúncias os espinhos e a solidão. A dor que sentimos, só nosso Deus conhece. E ele nos entende. Ele entende o nosso chorar. Ele entende quando acordamos pela manhã e não sentimos forças para levantar. Mesmo sem percebermos, sua mão amiga nos ampara e nos dirigi aos primeiros passos do dia. As pessoas sabem olhar e pensar segundo seu olhar, aquilo que viram ou ouviram e tiram suas conclusões. Mas nosso Deus nos ama te tal maneira que ele nos deu seu filho para morrer na cruz por nossas vidas. Para ele temos muito valor. Somos especiais! Hoje os dias podem não serem os dias tão sonhados de alegria plena. Mas são dias que sinto a presença do meu Deus segurando-me, guiando nos melhores caminhos. E um dia as pessoas verão o triunfar e o troféu da vitória, mas elas nunca saberão os momentos de angústias e dores vividos, momentos de incertezas. Sim, ninguém sabe o que eu passei, o que você passou, qual o caminho percorrido para alcançar a vitória, os gigantes encontrados pelo caminho, pedras pontiagudas ferindo os pés, sim, ninguém sabe... O meio da história poucos sabem, poucos se fazem presentes. Mas é o meio da história que nos garante o final. É o meio da história que nos leva para mais perto de Deus. O preço da vitória só eu e você podemos pagar. Vale a pena pagá-lo se estamos no centro da vontade de Deus. Assim como no deserto o povo de Israel sempre foi amparado pela presença de Deus, era um aprendizado, foi Deus quem os encaminhou para esse caminho, o caminho da dependência do criador. Mesmo que ninguém saiba, e que poucos estejam ao nosso lado nos momentos que vivemos o meio da história, mesmo que quando as lágrimas cairem, ninguém estenda o lenço para secá-las, ninguém registre nossos momentos de oração. Mas tudo está registrado no céu, todos os dias e horas estão diante do nosso Deus. E quando passarmos o Jordão, olharemos e veremos que no meio da história não estivemos só, e que foi o meio da história que nos conduziu a vitória! Em todos os momentos louvarei ao Senhor por todos os seus benefícios! "Em todas estas coisas somos mais que vencedores, por aquele que nos amou". Romanos 8: 37

Vera Lucia 07/07/2010

terça-feira, 6 de julho de 2010

O Senhor é meu pastor...

"O Senhor é meu pastor e nada me faltará..." Salmos 23:1
O salmista escreveu e nós amamos falar: "O senhor é meu pastor e nada me faltará..." Como se diz a teoria é fácil, mas e a prática? Sim, é no dia a dia que precisamos viver na íntegra a palavra do salmista. Davi conhecido pelos salmos lindos que expressavam sua alma, por ser conhecido como o homem segundo o coração de Deus, viver momentos cruciais em sua vida. Ele que ungido rei de Israel por Deus, teve que trilhar um caminho extenso até o palácio. Caminho de solidão, de fuga e de angústias. E foi parte desse caminho que o tornou um homem segundo o coração de Deus. Penso que todos os dias ele dizia: "O Senhor é meu pastor... vou vencer, vou chegar lá..." Em dias de dor, me levo a pensar e olhar para Davi, ler seus salmos, ele que foi segundo o coração de Deus, passou por momentos de choro, de solidão, de lamentos de crises existenciais. Ele que era rei, foi servo, e passou dias como fugitivo. O exemplo de Davi me impulsiona a continuar com esperança, a continuar crendo que "O Senhor é meu Pastor e nada me faltará"mesmo com dores físicas, mesmo sem quase poder andar, ou ainda morros a subir e descer, escadas e escadas, e as noites a base de analgésico. Lembro-me que Davi, encontrou amigos fiéis, verdadeiras alianças de amizade como a de Jonatas, amigos que foram com ele para a caverna, enfrentou batalhas e batalhas, mas se manteve firme nas promessas de Deus, não perdeu o foco, não se desviou da vontade de Deus para sua vida. Deus o viu lá no pasto com as ovelhas e sonhou com ele como Rei de Israel em um palácio. Nunca o deixou só, mas também não o livrou das batalhas, das fugas, dos dias de solidão... Mas ele venceu, e o dia chegou e ele Davi foi coroado Rei, e seus feitos e relatos nos servem de inspiração em dias de deserto. Que a cada manhã eu possa cantar: "Serei fiel precioso Jesus, serei fiel..." E como Davi, ultrapassar todos os obstáculos e vencer todos os desafios para chegar ao palácio e viver os sonhos de Deus. "O senhor é meu pastor e nada me faltará.. "Todos os dias ele envia o maná no deserto!! Ele é fiel!! Nele esperarei!!

Vera Lúcia 06/07/2010

segunda-feira, 5 de julho de 2010

Dias assim...

Dias e dias em nossas vidas. Momentos e momentos... Dias que tudo parece fácil, derrubar um gigante com pouquíssimas pedras é moleza. Dias que o sol é lindo, os espinhos são presságios de flores, as pedras no caminho são lindas! Dias que pegamos o anjo com a mão. Mas vivemos dias em que o sol amanhece sem cor, a estrada a andar tão longa, a solidão bate forte á porta do coração, e as lágrimas caem... As lágrimas se tornam companheiras por certos momentos, elas por certo nunca nos traem, sempre estarão ao lado, nunca abandonam. Andar nesses dias parece utopia! Nesse momento lembro-me do apóstolo Paulo escrevendo no livro de Romanos que o Espírito Santo intercede por nós com gemidos enexprimíveis! É nesses dias que o Espírito Santo, amigo fiel intercede por nós e nosso Deus amoros e fiel envia seus anjos para trabalhar em nosso favor. Por mais que o dia pareça perdido, sem sucesso algum, é nesse dia que poderemos ver o milagre de Deus em nossas vidas. Ele faz apenas o que a nós é impossível! O que compete a nós fazermos, ele não fará. O que tenho que fazer então em dias assim? O que eu posso fazer é levantar, enxugar as lágrimas teimosas e dar os primeiros passos nesse dia tão sem graça, sem vida e sem esperança. Nesse dia sem cor, ao sair porta a fora, ergo os olhos e vejo o brilho do sol, seus raios começam a aquecer meu coração, sinto as forças renovarem, pois a natureza tão linda, é criação do nosso Deus! Tudo é possível a Ele!! Eu creio que mesmo em dias assim, meu olhos verão o agir de suas mãos, o consolo atingirá meu coração já tão sofrido e solitário. A presença do meu Deus, socorro presente em dias de angústias, afungentará a solidão que por minutos invadiram meu ser. Nele esperarei! Deus é meu socorro!! Meu escudo!! Com ele vencerei!! Entrarei nos rios de restauração que ele tem dispensado para minha vida! Um passo de cada vez! Um dia após o outro! E alegremente poderei cantar: "Posso voar livremente, pra onde eu quiser, posso cantar no horizonte com liberdade!!"

Vera 05/07/2010

sexta-feira, 2 de julho de 2010

O caminho da vontade de Deus!

Na caminhada da vida, vivemos diversas situaçoes, decisões tomadas que nos trazem alegrias, mas também nos trazem tristezas. Muitas delas podem decidir como serão os demais dias para nosso futuro. E aí o que fazer, quando decidimos errados? Não esperamos o sinal verde de Deus, e acabamos dando os passos errados. Essas ações erradas poderão nos custar dias de lágrimas e sentimento de culpa. Mas nosso Deus como é Deus amoroso, e suas misericórdias são a causa de não sermos consumidos, não esquece seus propósitos para conosco. Ele nos permite viver as consequências, mas não cancela seus projetos. A nós cabe ouvir sua voz, pagar o preço e lutar com todas as forças para voltar ao caminho da vontade de Deus, mesmo que ele seja espinhoso. Pois estar no centro da vontade do Senhor é gratificante. Nem sempre o caminho da vontade de Deus em nossas vidas é caminho de rosas, tem espinhos, tem renúncias. Mas é também o caminho para a felicidade. O caminho para subir com Cristo no dia da sua vinda. Como diz a música: "Por caminhos que trilhei, os meus pés feridos estão, e os ombros tão cansados, com o peso da cruz...""Não retires teu Espírito do meu pobre coração, se perder tudo na vida, tua presença eu terei." Posso perder tudo, menos a presença de Deus, a presença do amigo Espirito Santo em meus dias! Com a presença do Senhor eu sei que os dias no deserto valerão a pena, que as decisões serão certas, e o passado triste e solitário, será apenas vaga lembrança, diante do futuro glorioso e cheio de benções que me espera! Entrarei em Canãa e cada batalha vencida, cada gigante ao cair, me dará mais certeza de estar na soberana vontade de Deus!!


Vera Lúcia 02/07/2010

sábado, 26 de junho de 2010

Vencer um dia após o outro

Vencer!! Vitória!! Palavras tão pronunciadas e alvos tão almejados. Como alcançar a vitória... Qual preço a ser pago. Para alcançarmos nosso objetivo nessa caminhada se faz necessário mais que palavras! Orações nos impulsionam a crer e nos levam mais perto do trono da graça. Há momentos que a vitória nos parece longinqua, a fé nos parece loucura sem retorno. Crer em momentos de bonança é tão fácil, receber promessas é maravilhoso. Mas o caminho a percorrer até o cumprimento das promessas pode ser longo e ter preços a serem pagos. Vencer, onde está a receita, qual a fórmula. Onde encontrar. A cada dia uma nova batalha, estratégias para vencer se faz necessário. Na ânsia de alcançar a vitória, se não vigiarmos, podemos joga-la para longe, muito longe. O certo que nosso Deus não nos deixa sozinho nas batalhas diárias, ele é amigo fiel para todos os momentos. Todo preço a ser pago no caminho para alcançar a vitória é válido, terá recompensa. No caminho a percorrer para chegarmos a Canaã, a terra onde mana leite e mel, encontramos gigantes, pedras e espinhos. Palavras desanimadoras, decepções, gritos de loucura a vista que soam e penetram na alma como espada pontiagudas, resultando mãgoas e tristezas. O inimigo de nossa alma, não quer e faz tudo para nos impedir de vencer, um dia após o outro. Como proseguir.. Sim, aos pes do mestre Jesus encontramos consolo e forças pra prosseguir, passar por cima das pedras, retirar os espinhos que penetraram a alma, bálsamo para curar as feridas. Sim, aos pés do mestres Jesus encontramos forças para prosseguir... Estratégias para vencermos em nome de Jesus!! Sim, vencermos uma batalha por dia, eis o segredo para alcançarmos a vitória total!!!!!!!

Vera Lúcia 26 de junho de 2010

terça-feira, 22 de junho de 2010

Mais um passo, rumo a vitória!!

Cada amanhecer, cada nascer do sol, uma nova esperança. A certeza da vitória, a cada passo mais perto de Canaã, a terra que mana leite e mel... O jordão é logo ali, mas o Jordão? Só atravessá-lo. Esse momento, o momento da travessia, pode não ser momento de alegria e nem de festa. Pode ser momento de lágrimas, momentos de solidão, momento de angústia, mas também é o momento da vitória!! Incertezas não podem ofuscar o brilho da vitória! O jordão é logo ali... Sim, só mais um passo... Ao parar por um instante, volto o olhar para trás, para a areia do deserto, o sol ainda está forte, mas ao olhar, vejo a distância percorrida, as perdas e renúncias necessárias, e concluo: Sim, vale a pena estar no deserto! Vale a pena comer o maná que Jeová envia todos os dias!! Deus sempre se fez presente, dia após dia.E o que é mais uns passos em direção ao Jordão, diante do caminhar no deserto? Vou andar, pois já percorri quase todo o percurso e a certeza da vitória me impulsiona a dar os passos decisivos em rumo a Canãa! Pela fé, atravessarei o Jordão, e do outro lado cantarei: "Só o Senhor é Deus"

Vera Lúcia 22/06/2010

quarta-feira, 16 de junho de 2010

Jesus amigo verdadeiro

Há momentos em nossas vidas que precisamos esquecer, apagar da memória, apagar do coração. Palavras, gestos que muitas vezes causam feridas profundas, feridas essas que dão vazão a sentimentos de solidão e tristeza nos deixando frágeis as ações do inimigo de nossas almas. Feridas que nos mantém prisioneiros de um passado sem volta, nos fazendo refém da autopiedade, e impedindo de avançarmos em direção as promessas que Deus nos fez. Se olhamos para trás, lá estão elas sangrando, ainda doendo, se olharmos para os lados, vemos as consequências, um cenário negro sem vestígios do brilho do sol, sem ânimo para prosseguir. Como é doloroso mexer e falar em sentimentos tão bem guardados, tão bem vigiados. Não! Vamos deixar eles guardados no fundo do baú da nossa existência. Pra que mexer? Quem se importa com eles? Alguém se importa, aquele que deu sua vida na cruz do Calvário por minha e por sua vida. Ele se importa com seu presente, com seu futuro. E envia o bálsamo de Gileade, para cicratizar as feridas adquiridas ao longo do caminhar na estrada da vida. Jesus, nosso melhor amigo, nos entende, nos compreende e nos ajuda. Precisamos olhar para o alto de onde vem nosso socorro nos dias de angústia. Ele nos fortalece e nos direciona ao caminho certo e as decisões a ser tomadas, as renúncias precisas para vivermos a plenitude do seu amor, seu projeto para nós. Pode ser dolorido curas as feridas, mas vale a pena, como é bom olhar para trás e não ver mas os sinais, as marcas e muito menos o sentimento de culpa. Vale a pena, renunciarmos o nosso Eu interior para vivermos a vontade de Deus, sentirmos seu perdão e seu braço forte nos consolando, nos ajudando a atravessar o Jordão e gozarmos das delícias de Canaã. É fácil? Não é fácil. Custa lágrimas. Maior é o gozo da vitória, a certeza de vencer do que o preço a ser pago em lamentações, em dilemas, em alimentar um passado sem futuro. Deus é fiel! E sempre coloca em nosso caminho pessoas especiais que nos dão suporte, amigos verdadeiros, que são tesouros encontrados na terra! Em momentos , esses amigos são enfermeiros, são anjos enviados por Deus para nos auxiliar, nos ajudar a prosseguirmos no processo de Cura Interior. Não se esta só quando se tem um amigo! E o maior amigo de todos é Jesus, o leão da Tribo de Judá! Ele sempre está presente, nunca está off, está sempre disposto a nos ouvir, a nos consolar, e quando não conseguirmos andar ele nos carrega nos braços. Ele cura nossas feridas, ele é o Bom Samaritano.

terça-feira, 15 de junho de 2010

Dias e Dias...

Há dias e dias na vida. Dias de alegrias e dias de choro, dias de solidão e dias de bonança. Dias calmos e dias turbulentos. Dias que logo ao amanhecer o sol brilha e os raios penetram a alma nos fazendo sorrir a toa. Tudo é possível nesse dia, qualquer barreira facilmente é derrubada. Mas, há dias que o amanhecer é cinzento, o sol foi ofuscado por nuvens escuras e com o passar das horas nem vestígios dos raios de sol. O que fazer? Bem, o ideal é permanecer na cama, fechar os olhos, esquecer os sonhos, os projetos, conquistá-los pode ser doloroso, pode custar lágrimas, renúncias, decepções. Quem sabe vamos descobrir que aqueles que julgávamos serem amigos, não os são, eles estão nos boicotando, desejando nosso fim. Nos vendendo como os irmãos de José o venderam. Simplesmente por seus sonhos!! É talvez o melhor seja dormir mesmo. Ficar dentro de casa, esconder-se, deixar que os dias passem, os meses e derepente os anos.. Lutar? Não! Isso pode doer! Pode nos fazer sofrer! Aiii!!!! Porém, é nessas horas que nosso Deus, Senhor supremo, nos envia seu anjo assim como fez com Elias, e nos diz: "Levante, coma! A jornada é longa! Ergua os olhos e veja além do céu cinzento, além das decepções, além das renúncias. Veja o sol que brilhará, as restituições que já foram ordenadas para sua vida. Não estás sozinha, sabe, quando não consegues andar, quando não tens forças, teu Deus te carrega nos braços! Você vencerá!!"
Aleluias!! Sentimos as forças renovadas. A fé e a esperança que o melhor de Deus está por vir, que a glória da segunda casa será maior que a primeira, nos impulsiona a vencer os obstáculos, a seguir em rumo a Canaã prometida. Certos que ainda haverão dias sem sol, dias de ventos e tempestades, mas a certeza que não estamos sozinhos, que nosso melhor amigo Jesus Cristo está ao nosso lado, nos entende, nos compreende, nos ama, nunca nos deixa sozinho, nunca nos decepcionará nos move e nos direciona a vitória total!! Ergua os olhos e visualize seus sonhos, seus porjetos! Deus sonhou eles também! Lute por eles. Quando você julgar que ninguém te valoriza, ninguém acredita em você, Deus usará alguém que talvez você viu poucas vezes na vida e dirá: "Eu acredito em você, eu aposto em você!" Pois, bem antes dele, alguém já apostou em você dando sua vida na cruz do calvário: Jesus Cristo!!


By Vera LúciaPublicar postagem

sexta-feira, 21 de maio de 2010

Maior que o vidro da janela

"Não te atemorizes, nem te espantes; porque o Senhor teu Deus está contigo, por onde quer que andares"(Josué 1:9).


Uma mulher foi acordada por um barulho muito estranho. Parecia ouvir bicadas na janela. Ela se levantou e foi ver o que estava acontecendo. Viu então uma borboleta voando assustada por dentro do vidro e um pardal bicando pelo lado de fora tentando alcançá-la. A borboleta não via a placa de vidro e esperava ser apanhada a qualquer momento. O pardal não via o vidro e esperava pegar a borboleta a qualquer momento. Em todo o tempo a borboleta estava segura porque o vidro estava entre ela e o pardal. Da mesma forma acontece com o cristão que tem Cristo no coração. A presença de Deus está entre nós, Seus filhos, e o perigo.

Muitas vezes nos sentimos angustiados, ansiosos e deprimidos pelas intempéries deste mundo. As coisas não vão bem e parece que somos atacados por todos os lados. Não vemos saída para nossas lutas e esperamos sucumbir a qualquer momento.

Mas como isso é possível? E a promessa do Senhor de nos socorrer quando a Ele clamamos? E a Sua palavra dizendo que estaria conosco todos os dias? E o Seu gesto de carinho dizendo "Não temas que eu sou contigo?"

Se eu me sinto tenso, devo confiar no Senhor. Se as enfermidades estão presentes, devo confiar no Senhor. Se a solidão teima em sentar-se ao meu lado, devo confiar no Senhor. Se as nuvens de chuva se mostram escuras e me afligem, devo confiar que o Senhor logo enviará um claro e brilhante raio de sol.

O nosso Deus jamais nos desampara. Não precisamos temer as adversidades do caminho. Ele está nos protegendo. Muito mais do que o vidro da janela protegia a borboleta. O mal não poderá nos atingir. A mentira não poderá derrubar a verdade. A derrota jamais destruirá a nossa vitória.


Paulo Roberto Barbosa

terça-feira, 18 de maio de 2010

Sonhe os sonhos de Deus!

Sonhe os sonhos de Deus !!!...” assim diz o louvor! Todos cantam, eu e você cantamos e sentimos ânimo e até falamos: “Isso mesmo, vamos sonhar os sonhos de Deus!” Será que vc está preparado para sonhar os sonhos de Deus? Quando José acordou e foi correndo contar ao seu pai, todo animado: “Pai, sonhei que o sol, a lua e as estrelas se inclinavam para mim...” ele nem imaginava o quanto esse sonho e outros lhe custariam. Ele não imaginava que seria vendido por aqueles que ele amavam, os da sua família, que o levariam para o Egito, seria caluniado e preso. Porém, José, mesmo na calabouço, lá na prisão, manteve-se firme aos sonhos de Deus para sua vida. Por certo ele lembrou deles muitas vezes, e até perguntou; Quando? Mas um dia Faraó o mandou chamar, e ele José o sonhador, era intérprete e ali nesse momento todos os momentos de solidão e críticas, se dissiparam. Quando ele José, um hebreu, filho de Jacó, vendido, desacreditado, humilhado, caluniado, preso, torna-se administrador do Egito, e posteriormente ele vê com seus olhos, as estrelas se inclinarem diante de si, e ele como sonhador e emotivo, chorou. Todo sonhador é emotivo, e até as vezes pode se perder em meio aos sonhos, mas todo sonhador carrega dentro do peito uma qualidade memorável, quando Deus realiza seus sonhos, ele consegue compartilhar e quem sabe até socorrer aqueles que o desacreditaram, aqueles que o venderam, aqueles que o esnobaram. José, estendeu a mão aos seus irmãos e mandou buscar o sol, seu pai, para que visse antes da morte, cumprir-se na vida do seu filho, os sonhos de Deus. Aleluias!! Não deixe de sonhar os sonhos de Deus para sua vida! Não deixe de sonhar e lutar por eles. Querem te vender? Querem te aprisionar? Não se desespere, apenas continue sonhando! Sonhando e esperando naquele que te proporcionou os sonhos!! Ele é fiel para cumprir!! E assim como foi na vida de José, por mais que queira a túnica colorida que teu pai, o nosso Deus te deu, não importa. Os sonhos de Deus vão se cumprir! E o sol, a lua e as estrelas, se inclinarão e verão que um sonhador tem muito valor diante de Deus!!

By Vera Lucia maio 2010

sábado, 24 de abril de 2010

Dia cinzento ...

O dia amanheceu cinzento e sem vida. O estado de espírito também. Triste, solitário, será o dia? Ou será meus sentimentos? Certamente Davi quando escreveu o Salmo 121, poderia estar se sentindo assim, sozinho e sem perspectiva. Olhando ao horizonte ele via os montes, altos, assombrosos... Foi quando ele escreveu: “Olho para os montes de onde me virá o socorro??” Sim, se olharmos para os montes, não vemos o socorro, principalmente em dias como hoje, dia cinzento e triste. Para onde olhar então? Para a direita e para a esquerda? Para trás? O passado? O Futuro?? Ou o presente??? Não, apenas olhar para o alto! Para o autor e consumador da nossa fé!!! É do alto que virá o socorro para minha vida! Para sua vida!!! Ele me conhece bem , entende meus momentos. Momentos de solidão, momentos de dores e angústias, momentos de incertezas. E é nesses momentos que sentimos sua mão amiga a nos consolar e abraçar e sentimos a confiança como sentiu Davi quando segue dizendo: “O meu socorro vem do Senhor que fez o céu e a terra.” Sim, nosso socorro vem do Jeová Jiré, Deus da providência!! Somente ele pode tornar um dia cinzento em um dia alegre mesmo sem o brilho do sol! É nos momentos tristes da vida, momentos de decepções, momentos onde as lágrimas se fazem companheiras, onde sentimos falta de um abraço. Ah!! Onde está esse abraço confortante? Abraço amigo??Onde?? Nesse momento, sentimos o abraço do amigo Espírito Santo, dizendo: “Intercedo junto ao pai por ti, com gemidos inexprimíveis...”Rom. 8:26 Sentindo a presença do Senhor em um dia cinzento e sem vida, posso cantar e dizer como Davi: “O meu socorro vem do Senhor que fez o céu e a terra..” Sinto minhas forças renovar e posso dizer em um dia cinzento: “Sei que meu Redentor vive” Jó 19:25, e posso ouvir a voz mansa e suave dizer : “Não to mandei eu? Esforça-te e tem bom ânimo; não pasmes, nem te espantes, porque o Senhor teu Deus é contigo, por onde quer que andares.”Josué 1:9

Vera Lúcia ( abril de 2010)

sexta-feira, 23 de abril de 2010

Sou seu Deus! Contigo Estou!!!

Quando sozinha estava, no quarto escuro a espada da solidão furando a alma, senti uma mão a me tocar, braços fortes a me levantar, perfume suave penetrou no ar, olhei e vi, o mestre amado a enxugar as lágrimas bandidas que caiam sem parar, eu disse, voz embargada, E agora Senhor? O que será?? É o fim.. melhor morrer... Nãooo !! ele me disse: Filha minha, quando estavas enroladas com o cordão da morte, te livrei, quando estavas no leito de dor, falei contigo, te fiz promessas.. Sou teu Deus! Eis-me Aqui!! Não é o fim.. olhe!!!! Ergui os olhos cansados e vi as promessas que a tanto tempo carrego no coração... mas disse, Deus estou cansada, pés feridos, coração dilacerado.. sozinha... Nãoo!! Filha, não estarás sozinha!!! OLHE!!! Não mais cansarás!!! E vi mais uma vez diante dos meus olhos o rio de Deus, as promessas.... Vai filha minha, estarei contigo, por acaso falaria e não cumpriria? Te faltou alguma coisa?? A solidão de Davi tens sentido, mas eu o Senhor, o GRANDE EU SOU, mudo sua história, Tu és minha!! Todo olho verá!! Toda ferramenta preparada contra ti não prosperará! Toda pedra lançada contra ti, será esmiuçada, Andarás e apregoarás o meu nome, cumprirei palavra por palavra!! Levanta-te e anda!! Longo te é o caminho!!! Quando não puderes andar, não se preocupe, eu te carrego no colo!

Vera Lúcia ( abril /2010)


quarta-feira, 21 de abril de 2010

Cantai ao Senhor!! Em todo momento cantai ao Senhor!!!

Josué tornou-se sucessor de Moisés, esteve ao seu lado durante a travessia do deserto. Aprendeu a servir ao Senhor com Moisés, viu alguns dos milagres, mas Deus, como é Deus que surpreende, queria se revelar ainda mais a Josué. Após, a morte de Moisés, Deus disse: “Sê forte, e tende bom ânimo, estarei contigo”. Josué esteve na diligência que visitou a terra prometida e viu com seus olhos as riqueza que Deus lhes reservara. Ele sabia que ainda existiam conquistas a serem realizadas , era homem valente e certo da presença de Deus, ele venceria juntando com Israel qualquer batalha. Certo momento em meio as conquistas das terras que o Senhor disse dar a seu povo, Josué se deparou com um sério problema. Precisava conquistar Jericó e agora, uma grande muralha os impediam de passar. O que fazer nesse momento? Derrubá-la a força? Creio que Josué como líder nato, pensou: “Vou convocar o povo e vamos derrubar as muralhas em partes, somos fortes, Deus está conosco, seremos vitoriosos”. Deus sabendo conhecendo o coração do seu povo, e se pelo força derrubassem os muros, Israel teria a glória para sim, e não lembraria do seu Deus, mas sim exaltariam sua força e inteligência de seu líder. Deus diz a Josué: “Meu servo cante, convoque o povo cerquem a cidade e no sétimo dia marchem, 7 voltas ao redor da cidade e toquem as buzinas e cantem, e eu o Senhor Deus, derrubarei as muralhas.” Por certo, Josué, pensou: “Sim, cantar, Deus? Desde quando, cantar derruba muralhas?” Nessa hora, Josué lembrou dos milagres do deserto e confiou na palavra do seu Deus. Ele é fiel e justo para cumprir. Ele aprenderia mais uma lição com o seu Deus, em cada momento da vida do servo fiel dependemos exclusivamente da ação de Deus em nosso favor. Ele sabe a melhor forma, a melhor hora de agir em nosso favor. Há momentos que temos que fazer como Josué, crer e somente cantar. Cantar, cantar, cantar e cantar. Cantar no momento de tristeza? Pirou? Cantar no momento da dor? Cantar no momento da perda? Parece loucura!!!! Sim, meu querido(a) cantar nos momentos mais difíceis da vida, cantar nos momentos que fomos traídos, nos momentos em que fomos abandonados, esquecidos por aqueles que mais amamos. Cantar nos momentos tudo parece perdido, não há mais saída, nem para direita, nem para a esquerda. Cantar mesmo com lágrimas, mas cantar. Louvar ao Senhor dos Exércitos, que é soberano , dono do ouro e prata, criador dos céus e terra. Enquanto louvamos Deus age em nosso favor!! Josué, viu com seu olhos os muros da cidade caírem, sem força, apenas com o som das buzinas e as vozes do povo!!! Milagre através do Louvor!!! Seja qual for o momento, “Rendei graças ao Senhor!” "Tudo quanto tem fôlego louve ao Senhor. Louvai ao Senhor!"Salmos 150:6

By Vera Lúcia

abril/2010



quinta-feira, 15 de abril de 2010

Meu Testemunho!! Deus o grande médico dos médicos!

No ano de 1993, no mês de novembro, fui acometida de uma enfermidade , aos poucos o que parecia uma simples espinha no ouvido esquerdo, se tornou um cordão que poderia ter me tirado a vida. Fui ao médico e recebi o diagnóstico e medicamento para uma suposta alergia, de repente proveniente do shampoo ou sabonete, porém, com o passar dos dias e horas a dor aumentava , tornando-se insuportável. As noites já passaram a ser dia de tanta dor. Quando completou uma semana desse quadro, pela manhã, ao olhar-me no espelho, vi que meu olho esquerdo tremia, parecendo que repuchava. Pensei, deve ser devido a dor e o pouco que dormi essa noite, e decidi ir ao médico novamente. Ao sair para o trabalho, passei no colégio e para minha surpresa e espanto as pessoas me diziam que meu rosto, no lado esquerdo estava ficando torto, sem contar a dor que aumentava mais e mais. Não suportando o calor e a dor, no horário do almoço cheguei na casa de uma prima que era enfermeira, e ela me disse estar indo para o hospital e falaria com a médica de plantão para me atender. Passei no trabalho para avisar e acabei desmaiando de dor, ao chegar ao hospital a médica se apavorou ao ver meu estado e disse: “Eu vi isso nos livros, precisamos enviar a um especialista”. Era sexta-feira e o médico otorrino que atendia na outra cidade não poderia me atender e passou a medicação via telefone. A partir daquele momento, foram 15 dias de dor e agonia, tendo paredes brancas e litros de soro como companhia. Meu rosto ficou totalmente transfigurado, o lado esquerdo todo repuxado, horrível! Sem falar a dor constante. Após exames, foi diagnosticado como vírus de Herpes no ouvido esquerdo, atingindo os nervos da face, e correndo o risco de virar niningite. Suspeita confirmada nos próximos dias e por isso me transferiram para a cidade vizinha (Joaçaba). Na chegada do hospital, desmaiei de tanta dor, sendo conduzida em cadeira de rodas e levada ao isolamento. Foram horas amargas! Não via mais solução, e as promessas do Senhor para minha vida, parecia longínquas, só me restava a morte, o único caminho a vista. Chorava de saudades dos amigos, da família, da igreja. Passei daquele dia em diante a viver dopada de remédios, e sem crer mais na vida. Como meu estado estabilizou, saí do isolamento e passei a dividir um quarto. Os remédios muito fortes me mantinham mais adormecida que acordada, contando com cuidados de um otorrino e um neurologista. Já estava acostumada a essa situação, dormir, açordar, remédios e dormir novamente. Quando completou 15 dias ali naquele hospital, eu acordei pela manhã, e perguntei a mulher que dividia o quarto, que dia era, ela respondeu: “Hoje é domingo” Parei e perguntei o dia do mês, lembrava que era novembro, e ela me disse, nisso eu lembrei que exatamente naquele dia os jovens da minha igreja estariam na cidade de Piratuba em um congresso de jovens, onde eu deveria estar, se não estivesse doente. Eu fechei meu olhos e pela primeira vez desde que entrei nos hospitais, eu orei a Deus. Como Neemias, eu orei ao Deus dos céus. Neemias 2:4. Falei ao Senhor: “Meu Deus, hoje eu deveria estar em Piratuba, os jovens estão lá, e eu Senhor estou aqui, nesse hospital, com o rosto desfigurado, dopada de remédios.” Fiz essas oração e dormi novamente. Eram nove e meia da manha aproximadamente. Quando acordei perto do horário do almoço, e sentei na cama, a mulher no quarto se pôs a gritar e dizer: “Corre! Corre ao banheiro e olhe no espelho! Veja teu rosto!” Quando cheguei ao banheiro e olhei no espelho, qual minha surpresa , meu rosto estava normal, perfeito, olhos e boca nos seus devidos lugares!!! Eu pensei: “Foi Deus”! O que eu não sabia que, como nosso Deus é onisciente e onipresente, após eu ter orado no leito de um hospital, Deus se manifestou lá em Piratuba, e falou ao coração do meu Pastor e do meu Líder. Já em memorian, o saudoso Pb Domingos Pelegrini, após os jovens louvarem ao Senhor, ele disse: “Muito lindo ver essa mocidade reunida louvando a Deus, mas, sinto falta de alguém, um dos componentes do conjunto, a Vera ela está lá no hospital, no leito de dor. Nós vamos orar e Deus vai alcançá-la.” Ele chamou todos os jovens que estavam no congresso, e fizeram uma corrente e oraram por mim. Após a oração, meu pastor disse: “Deus já visitou a Vera no hospital. “ E para honra e glória do Senhor Jesus, ele, o médico dos médicos me visitou e operou uma cirurgia no meu rosto, sem anestesia e sem marcas. Quando os médicos vieram me ver no outro dia se espantaram. Passado dois dias, recebi a visita do meu pai, do meu pastor e da irmã Joceli, qual considero minha segunda mãe, meu pastor tinha certeza que Deus já tinha realizado o milagre. Enquanto eles estavam ali, entram no quartos duas irmãs que estava em visita aos quartos, e Deus usou uma delas para falar comigo, confirmando os projetos de Deus em minha vida e que ele tinha me livrado da morte, e grandes eram os planos dele comigo e do ministério que ele tinha na minha vida, por onde eu passasse, deveria sempre contar o milagre que ELE, tinha realizado. Ele livrou minha vida do laço da morte. Após ser liberado do hospital, fiz exames neurológicos pois os médicos tinham certeza que ficaria com seqüelas, após o otorrino examinar meu ouvido esquerdo por várias vezes, ele disse: “Olha, a Vera deveria ter ficado apenas com 10% de audição nesse ouvido, devido ao estado e dano que o vírus fez, mas o ouvido dela está perfeito.” Meu pai respondeu a ele: “Sim doutor está perfeito, Deus curou, ele é médico dos médicos.” Ele ainda disse: “Olha, essa paralisia deve voltar de seis em seis meses, o vírus fica incubado.” É difícil a medicina admitir que nosso Deus quando opera não deixa seqüelas. E para honra e glória do nome do meu Jesus, no mês de novembro de 2009, fez 16 anos, e nunca mais tive paralisia facial, nem sintoma algum no ouvido esquerdo e muito menos seqüelas da meningite. Deus me deu nova vida, e desde aquele dia, até hoje, ele tem sido meu mestre e guia. Tenho andado por um longo caminho, as vezes dolorido, encontrando espinhos e pedras, porém, certa que a vitória é minha, eu sei em quem tenho crido. Ele é fiel para cumprir todas as promessas feitas a mim!! Meu sonho em pregar a sua palavra pelo mundo a fora, escrever o livro: “Desertos em minha Vida” ainda se tornará realidade. Pois, eu que estava beira a morte, dopada de remédios, destinada a ter o rosto desfigurado de seis em seis meses, ter 10% de audição no ouvido esquerdo, e hoje, meu rosto é perfeito, minha audição normal, graças ao Milagre Divino. Sei que as demais coisas para ele é como o nada, tudo ele pode fazer. Ele, o Deus dos impossíveis, o Jeová Jiré, pode fazer meus se tornarem realidade, no próximo amanhecer!!!!

Vera Lúcia ( abril de 2010)

sexta-feira, 9 de abril de 2010

quinta-feira, 8 de abril de 2010

Vasos de barro nas mãos do Grande Oleiro!

“Desce Jeremias a casa do oleiro” Jeremias 18 – Deus dá uma ordem a Jeremias para descer a casa do oleiro, lá nosso Deus ensinaria ao profeta que é denominado o profeta chorão, o profeta das lamentações, que não somos nada, somos barro. Jeremias vendo o oleiro amassar o barro formando um vaso de beleza inconfundível, derepente a obra de arte cai e se quebra. Por certo, Jeremias lamentou e falou: Acabou-se um projeto lindo!! É o fim do sonho do oleiro em fazer uma obra de beleza impar. De repente ele vê que o aplicado oleiro com calma e carinho juntar o barro que encontrava-se no chão, e começar a remodelar, amassar, tirar a sujeira do chão que juntou-se a argila e novamente com um carinho redobrado, recomeça seu trabalho, seu projeto, um vaso lindo e único! Nesse momento Jeremias ouve a voz do Senhor Deus : Jeremias!!! Assim como fez esse oleiro, eu, o Senhor poderei fazer convosco!!! Sim! Deus o soberano criador, o grande oleiro, jamais desiste do seu projeto superior : o homem, criado a sua imagem e semelhança. Quando o homem , vaso de barro, criado pelo Criador, começa a andar por caminhos que não são os caminhos que seu oleiro traçou para sua vida, o grande oleiro, quebra o mesmo, para refazer e fazê-lo entender que nada é sem seu Criador. Esse processo de quebra, pode ser dolorido. Muitas da vezes é muito dolorido, é preciso renúncias, mudanças de atitudes, de conceitos. Deixar muitas vezes a religiosidade e passar a viver a vontade de Deus. Isaias diz: “ Quem é o barrro para contender com seu criador?” Nada somos, somos pó. A quebra do vaso, é necessário em nossas vidas, para que nosso Deus nos refaça um vaso sem rachaduras, sem impurezas e assim cumprir os propósitos de Deus na terra. “Bem sei que tudo podes e que nenhum dos seus propósitos pode ser impedido.”Jó 42:2 Nosso Deus é soberano, e nós como vasos nas mãos do oleiro que somos, quando somos quebrados e forçamos a rejeitar nossos projetos, nossos sonhos para viver os sonhos e projetos de Deus para nossas vidas, podemos estar certas que esse novo vaso que está sendo moldado pelas mãos do grande oleiro, será um vaso de honra e cheio de poder. E após, o vaso estar pronto, moldado nas mãos do Senhor, produzirá frutos de redenção no Reino de Deus na Terra. Deus em Jeremias 18, quis dizer a Jeremias: “ Jeremias, mesmo que chores ou lamentes, quando que quero quebrar meus vasos eu quebro, mas saibas que eu os refaço ainda melhores, novos vasos para serem usados com poder e unção na Terra.” Da mesma forma, o oleiro diz a mim e a você: “És vaso precioso para mim, mas eu que tudo vejo, e tudo conheço, estou te quebrando para restaurar algumas rachaduras que estão te impedindo de realizar minha obra na terra. Não se preocupes vaso meu, estás nas minhas mãos e quando minha obra de arte em sua vida estiver pronta, verás que, sou merecedor de toda honra e glória, pois a glória da segunda casa será maior que a primeira!”

Vera Lucia

08 de abril de 2010.

quarta-feira, 7 de abril de 2010

Rendamos-nos a Soberana Vontade de Deus

Como é fácil dizer como Isaías... Eis me aqui Senhor!! Envia-me a mim!!! Isaías 6:8. Mas para o Senhor nosso Deus nos enviar, cumprir seus propósitos em nossas vidas se faz necessário alguns requisitos. Isaías só viu a glória do Senhor após a morte do rei Usias, e viu que ia perecer, viu suas imperfeições, e clamou a Deus que o purificasse. Isaías estava no templo, viu a glória de Deus e viu que ia perecendo! Deus, que nos ama intensamente, e deseja ardentemente ouvir nossa voz dizendo: Ai!! Estamos perecendo! Ai de mim!! Transforma-me! Enviou o serafim com brasa ardente purificando Isaías, pois, grande era o projeto para a vida de Isaías, mas sem o consentimento do mesmo ele não poderia agir. Todas as promessas do Senhor estão condicionadas ao nosso querer, ao nosso permitir, o nosso querer! Após o pronto desejo de Isaias Deus disse: Pronto, agora veja o que tenho para ti, serás profeta, te enviar a proclamar a vinda do Messias: “Um menino vos nasceu, um filho se vos deu ...” sendo conhecido posteriormente como o profeta messiânico. Assim como na vida de Isaías, é na minha e na sua vida. Precisamos nos desprender de muitas coisas para ver o cumprimento das promessas do Senhor. Deus é fiel e sua palavra é verdadeira se se cumpre. Ele não atrasa o cumprimento. Nós somos os únicos culpados de estarmos em atrasos com os projetos de Deus para nossas vidas! Muitas das vezes renunciar o eu interior, o egoísmo particular para viver a soberana vontade do Senhor pode ser dolorido, então, é preferível continuar pensando que Deus é culpado das promessas não terem se cumprido. Ou será seu pai, mãe, marido, ou o vizinho??? Não!!! Somos nós, unicamente nós que atrasamos os projetos de Deus, por sermos egoístas, e queremos fazer a nossa vontade e não deixarmos que ele nos conduza para a sua exclusiva vontade!!! Rendamos-nos a soberana Vontade de DEUS!!!!

Abril de 2010.

Vera Lucia

sexta-feira, 2 de abril de 2010

Milagre da Vida

Como qualquer mãe, quando Karen soube que um bebê estava a caminho, fez todo o possível para ajudar o seu outro filho, Michael, com três anos de idade, a se preparar para a chegada. Os exames mostraram que era uma menina, e todos os dias Michael cantava perto da barriga de sua mae.Ele já amava a sua irmazinha antes mesmo dela nascer. A gravidez se desenvolveu normalmente. No tempo certo, vieram as contraçoes.Primeiro, a cada cinco minutos; depois a cada três; entao, a cada minuto uma contraçao. Entretanto, surgiram algumas complicaçoes e o trabalho de parto de Karen demorou horas. Todos discutiam a necessidade provável de uma cesariana. Até que, enfim, depois de muito tempo, a irmazinha de Michael nasceu. Só que ela estava muito mal. Com a sirene no último volume, a ambulância levou a recém-nascida para a UTI neonatal do Hospital Saint Mary. Os dias passaram. A menininha piorava. O médico disse aos pais: "Preparem-se para o pior. Há poucas esperanças".Karen e seu marido começaram, entao, os preparativos para o funeral. Alguns dias atrás estavam arrumando o quarto para esperar pelo novobebê. Hoje, os planos eram outros.Enquanto isso, Michael todos os dias pedia aos pais que o levassem para conhecer a sua irmazinha. "Eu quero cantar pra ela", ele dizia.Começou a segunda semana de UTI e esperava-se que o bebê não sobrevivesse até o final dela.Michael continuava insistindo com seus pais para que o deixassem cantar para sua irma, mas crianças nao eram permitidas na UTI. Entretanto, Karen decidiu. Ela levaria Michael ao hospital de qualquer jeito. Ele ainda nao tinha visto a irmã e, se nao fosse hoje, talvez nao a visse viva. Ela vestiu Michael com uma roupa um pouco maior, para disfarçar a idade, e rumou para o hospital. A enfermeira nao permitiu que ele entrasse e exigiu que ela o retirasse dali. Mas Karen insitiu: "Ele nao irá embora até que veja a sua irmazinha!"Ela levou Michael até a incubadora. Ele olhou para aquela trouxinha de gente que perdia a batalha pela vida. Depois de alguns segundosolhando, ele começou a cantar, com sua voz pequenininha:

"Você é o meu sol, o meu único sol.

Você me deixa feliz mesmo quando o céu está escuro..."

(->Aquela música: "You are my sunshine.. my only sunshine.... You make me happy when skies are gray...)

Nesse momento, o bebê pareceu reagir. A pulsaçao começou a baixar e se estabilizou. Karen encorajou Michael a continuar cantando. "Você não sabe, querida, quanto eu te amo. Por favor, nao leve o meu sol embora..."Enquanto Michael cantava, a respiraçao difícil do bebe foi se tornando suave.

"Continue, querido!", pediu Karen, emocionada.
"Outra noite, querida, eu sonhei que você estava em meus braços..."

O bebê começou a relaxar.

Cante mais um pouco, Michael. A enfermeira começou a chorar.
"Você é o meu sol, o meu único sol.
Você me deixa feliz mesmo quando o céu está escuro...Por favor, nao leve o meu sol embora..."

No dia seguinte, a irma de Michael já tinha se recuperado e em poucos dias foi para casa. O Woman's Day Magazine chamou essa história de"O milagre da cançao de um irmão". Os médicos chamaram simplesmente de milagre. Karen chamou de "milagre do amor de Deus".

NUNCA ABANDONE AQUELE QUE VOCE AMA. O AMOR É INCRIVELMENTE PODEROSO!

Fatos Reais - Pela transcrição: Dalva Costa Moreira.

Palavras, momentos, palavras ....

Há momentos na vida que ficamos numa encruzilhada, qual caminho seguir? Será que seguimos a direita ou a esquerda? Pra frente ou voltamos? Qual caminho será melhor? Qual deles é o mais indicado? Qual deles será menos solitário? Em qual deles encontraremos pedras, espinhos, barreiras a ser vencidas? Em qual desses caminhos, encontramos as repostas de nossas orações? Onde nossos sonhos serão realizados? É, dúvida cruel!!! Mas, ouvimos a voz mansa e suave de Jesus, nosso amigo fiel, " Te tomo pela mão direita e ajudo a prosseguir." Deleita-te no Senhor e ele concederá o desejo do seu coração." Então, o melhor caminho a ser seguido é aquele em que o mestre está ao nosso lado. Mesmo que esse caminho tenha pedras, espinho e barreiras a ser vencidas. Mesmo que durante a caminhada, temos que passar pelo vale de Jaboque e lá ter um encontro com o anjo e ele mudar o nosso nome. Mesmo que nessa caminhada, haja decepções, amigos que ficam para trás, outros que nem eram amigos. Sim, as decepções fazem parte da vida. O consolo é que Jesus amigo fiel, esse nunca nos abandona e nem nos decepciona!! Ele não olha nossos defeitos, não julga, ele sabe que somos pó, e somos falhos. Ele sempre estará a postos para perdoar, nos consolar e nos carregar no colo. Então seguimos em frente, e descobrimos que o melhor caminho é estar na centro da vontade de Deus.
Há momentos nessa caminhada que o melhor presente, não é uma barra de ouro, mas sim um abraço. Há momentos, que as palavras fazem diferenças.. E aí, fazemos uma pausa na caminhada e perguntamos: Deus, onde encontrarei ? Deus, como encontrarei? Ah! Deus será que tu tens isso para minha vida?? Deus as decepções são tantas, não será mais uma? Como ter certeza? As horas passam e a resposta não vem. Deus não brada do céu, dizendo: Filha, é assim.... vai acontecer assim... Mas Deus, nos dá evidências... e se derepente nem assim entendemos, ele pode até fazer a mula falar. Certo dia, alguém me disse: há momentos na vida que acontecem uma vez só e se deixarmos passar, eles podem não mais voltar!! O melhor a fazer é baixar a guarda. Derrubar o muro...
Hoje, entendo que há verdade nessas palavras, e que vale a pena correr o risco... pois, e se esse momento não mais voltar??? Descobri que ter a vida programada, um dia pode dar pane no sistema. Então, viver um dia de cada vez, talvez seja a maneira de ser feliz. Para ser feliz, precisa tão pouco. Uma palavra é suficente. E o amanhã??? Bom, o amanhã a Deus pertence. Não faço mais planos... tenho dito a Deus: "Senhor quero viver um dia por vez, curtir os momentos.. e o restante está nas suas mãos... Quando quis, fazer do meu jeito, me arrebentei, agora, só os cacos, então, Senhor, tu que és o oleiro, faça do seu jeito.."
Há momentos que certas palavras não precisam ser ditas. Há momentos que elas estão presentes até mesmo em uma vírgula. Palavras vão e vem, mas há palavras que ficam no coração!!! Palavras que são bálsamo! Palavras que tem sabor de mel, melhor do que muitos milhões!!!

Vera Lucia

Deus Tudo Vê! Ele é fiel...

Desejo imensamente que esse dia seja um dia, alegre e maravilhoso. Que nesse dia vc possa fazer projetos e sonhar os sonhos que Deus sonhou para vc. Porque eles são lindos. Como escreveu meu amigo Jeremias em lamentaçòes: "Trago a memória o que me dá esperanças." O passado ou recordações tristes não podem nos dar esperanças, então, pense no amanhã, o dia que Deus cumprirá todas as promessas que fez a vc. Mesmo que o mundo todo não acredite, mas Deus é fiel para cumprir muito além daquilo que nos prometeu. Eu acredito. E mais, Deus se preucupa conosco ele nos ouve, e cuida até em cumprir os detalhes. São eles, os detalhes que fazem a diferença e podem nos fazer feliz. Sempre digo, para ser feliz precisa muito pouco. Por muito tempo pensei que Deus não se importasse com os detalhes, as pequenas coisas que podem nos dar felicidade, mas descobri que ele se importa. Descobri que Deus ouve a oráção, simples e sincera. Muitos pensam que tem que gritar, ou formular palavras lindas para Deus ouvir. Não, ele ouve aquela que sai com sinceridade do coração. Como escreveu Davi: "a um coraçào contrito não desprezarás óh Deus..." Quero dizer com tudo isso, que Deus, o teu Deus , aquele que te escolheu, tem te guardado por tu andas, as vezes parece que não, mas ele tem estado com vc todos os dias, ele é seu amigo fiel. Deus ouviu todo lamento, todo choro, viu toda angústia, as incompreensões. Viu os sonhos que se perderam no caminho, as esperanças rasgadas, o coração machucado, despedaçado, esmigalhado.. Viu as lágrimas que foram sua companheira por muitas e muitas noites, muitos e muitos momentos. E sabe o que ele fez? Ele enviou um anjo com a missão de colher as suas lágrimas em uma taça, uma a uma , e e levar a té ele. E ele disse ao anjo: Olha, lá está meu servo, pelo qual tenho imenso amor, essas são suas lágrimas, olhe, são angústias, dores, lamentos, tristezas, decepções, traições, humilhações.. tenho visto.. hoje, vou mudar esse quadro, vou mudar a partir de hoje a história do meu servo. Chega de choro, a partir de hoje, chegou o tempo de cantar e sorrir. Vai anjo, estás incumbido em levar alegria aquele coração sofrido. E levar a resposta para todas as orações que estão em depósito diante de mim. Diga a ele que vou cumprir as promessas em sua vida, que tenho preparado para ele momentos de alegria, momentos de paz, momentos felizes. Sou o Deus de restituições. Estou hoje restituindo os sonhos na vida do meu servo. Estou hoje, soprando as cinzas que ofuscam os talentos que dei a ele. Estou hoje renovando a aliança que fiz com ele e renovando seu ministério. Sou Deus que posso fazer o impossível e o que me apraz. Uso de diversas maneiras para cumprir meus propósitos na vida do homem. Vai anjo, leve para aquele coração despedaçado, a chama do amor, a porção da alegria, e isso fará que esse coração volte a bater com vida, trazendo alegria ao olhar, e ao seu rosto. E o anjo saiu para cumprir a missão que Deus lhe deu. E você é o destinatário dessa missão.

Dezembro de 2009




sexta-feira, 26 de março de 2010

Desertos...

Deserto,lugar de escassez,lugar de fome ,dor sofrimento...
Deserto, lugar de sentimento de derrota,de desistência...
Deserto,lugar de duvidar do plano de Deus...
Deserto,lugar de rebeldia,lugar de murmurações...
Deserto lugar de se voltar contra Deus...

Deserto ,lugar de maná do céu...
Deserto ,lugar de saciar a sede.
Deserto,lugar de milagres ,maravilhas e prodígios...
Deserto ,lugar de crescimento espiritual...
Deserto lugar de ouvir Deus,lugar do crescimento da fé...
Deserto lugar mais próximo da vitória...
Deserto ,caminho da terra prometida.. .

Há momentos que estamos no deserto, e pensamos não haver mais saída, falamos como Davi no Salmo 121: “elevo meus olhos aos montes de onde me virá o socorro?” elevamos os olhos e vemos areia, sol escaldante, e o oásis tão esperado cadê? É no deserto que indagamos a Deus onde estão as promessas, aquelas que o Senhor jamais nos deixaria só, “Se passares pela água, estarei contigo, se passares no fogo, ele não te queimará”?. Mas e o sol? Esse queima, os raios penetram no profundo da alma, e ela chega a doer. Ah! Esses momentos de dor e solidão são tristes, as lágrimas essas sim são companheiras de todas as horas. Os olhos chegam a doer, de tanto chorar. Decepções, angústias, cadê a voz para gritar Socorre-me Deus!!! Com o peso da dor, caímos de joelhos e sem forças para clamar, apenas gememos.... É nessa hora, que nosso amigo Espírito Santo, intercede por nós com gemídos inexprimível. Mesmo sem perceber em meio as agonias da vida, somos carregados, e conduzidos ao lugar certo : o centro da vontade de Deus! Como chegamos? Voando? Rastejando?? Não!! Nos braços do amado mestre. Ele nunca nos abandona, quando não podemos andar , ele nos carrega no colo. É no centro da sua vontade para nossas vidas que podemos ouvir sua voz com clareza, entender seus desígnios e atender ao seu chamado. Com voz audível responder: Eis-me aqui Senhor!! Usa-me !! Envia-me!! Após, atravessarmos o deserto, estaremos aptos a cumprir o Ide de Jesus, desprovidos de orgulho, e dependência própria, pois no deserto aprendemos a depender de Deus! Por esse motivo ele nos encaminha ao deserto , para aprendermos a depender de Dele.


Março de 2010

by Vera Lúcia